Jamesons

– O maior site especializado em Marvel do Brasil

Marvel apresenta seu primeiro herói assexual

Estamos no Mês do Orgulho LGBT e nessa semana a Marvel publicou uma HQ em que ficou bastante claro que um dos seus heróis é assexual. Caso você não faça a mínima ideia do que isso significa, calma, nós vamos te explicar.

Assim como heterossexual é quem possui atração pelo sexo oposto e homossexual quem se atrai pelo mesmo sexo, assexual é quem não sente atração (independente do sexo). Isso não significa que pessoas assexuais não podem entrar em relacionamentos, trocar carícias e ter relações sexuais, afinal ser assexual é uma definição sobre aquilo que a pessoa sente e não sobre o que ela faz. Em geral, pessoas assexuais não possuem o desejo erótico por outras pessoas, mas podem se interessar romanticamente, por exemplo.

O quadrinho abaixo da quadrinista Laura Athayde é bem simples e claro ao falar sobre a assexualidade. Confira:

O herói assexual da Marvel é Benjamin Thomas, o Garoto Marvel da recém criada equipe dos Filhos do Átomo. O grupo todo é composto por adolescentes fãs dos X-Men e seus poderes, até onde sabemos, são fruto de uma misteriosa tecnologia.

Assim cada integrante acaba emulando o visual e o poder de alguns dos principais X-Men. Benny, como Garoto Marvel, está kibando a Garota Marvel, mas conhecida como Jean Grey. A tecnologia lhe dá poderes telepáticos que fazem os outros dormir e ele também teu conseguido disparar um gás que deixa as pessoas confusas.

A sua assexualidade foi muito sugerida em Filhos do Átomo #4, revista publicada na última quarta-feira nos Estados Unidos. Ao longo de toda edição ele protege e demonstra carinho por sua colega de equipe, a Gimmick (que emula o Gambit), mas sempre que ela tenta uma investida mais carnal, ele recua e demonstra desconforto, deixando claro que não tem interesse nela dessa forma.

Após Gimmick tascar um beijo em Benny e ele limpar os lábios, mostrando que não gostou nada daquilo, eles tiveram uma conversa franca. O Garoto Marvel foi muito claro sobre o que ele sente: “Olha, Carmen, você é minha amiga e eu entendo que sentimentos aconteçam, ou o que seja, mas … eu não quero namorar você. Eu não gosto de ninguém assim. De ninguém.

Apesar da revista não usar (pelo menos por enquanto) a expressão assexual, o leitor brasileiro João Paulo Gallo identificou essa caracteristica em Benny e questionou quem escreve a revista, Vita Ayala (que é uma pessoa trans, clique aqui para saber mais sobre ela e outros quadrinistas diversos da Marvel), que confirmou tudo:

Conforme o comentário de João indica, há outros personagens da Marvel que os fãs entendem que também são assexuais. É o caso da Vespa, por exemplo, mas isso nunca foi confirmado por ninguém. Agora temos Vita Ayala oficializando a assexualidade do Garoto Marvel.

Importante destacar também que essa é uma revista de adolescentes. Há muito drama juvenil e, como esse texto deixou bem claro, descobertas. Não muito diferente de qualquer outra HQ com essa proposta que já foi publicada anteriormente pela Marvel.

Filhos do Átomo #4 contou com roteiro de Vita Ayala (Novos Mutantes) e arte de Paco Medina (Vingadores).

Confira os outros textos especiais do Mês do Orgulho que já postamos até agora:

– 10 grandes quadrinistas da Marvel que fazem parte da comunidade LGBT.

– Colorista da Marvel faz emocionante desabafo sobre representatividade nas HQs.

– Entenda o gênero e a sexualidade de Loki, o principal personagem trans da Marvel.

Mas e então, caros leitores, o que acharam da novidade? E o que estão achando dos Filhos do Átomo? Deixe a sua opinião nos comentários.

error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D