Jamesons

– O maior site especializado em Marvel do Brasil

O que os créditos finais de WandaVision podem nos revelar sobre a série?

WandaVision finalmente está entre nós e já é um enorme sucesso. Os episódios em preto e branco, simulando a década de 50 e 60, caíram no gosto do público.

Todo mundo já identificou uma série de referências e nós já fizemos uma seleção com os principais easter eggs, vamos postar logo mais, fique de olho no site ainda hoje.

Mas o assunto aqui são os créditos finais dos dois episódios já lançados. Lááááá no final você encontra os agradecimentos especiais, no caso, os créditos aos quadrinistas que criaram as HQs que inspiraram a série.

Essa é uma forma de termos uma noção de quais quadrinhos o programa está de fato sendo adaptado. Acho interessante e válido tentarmos entender quais elementos dessas HQs estarão presentes na série. Vamos nessa?

1, 2 e 3 – Brian Michael Bendis, David Finch e Olivier Coipel

Bendis foi o autor que escreveu A Queda dos Vingadores, ao lado do desenhista David Finch, arco de histórias onde a Feiticeira Escarlate começa a entrar em surto ao se tocar que seus filhos nunca existiram, eles foram frutos da sua manipulação da realidade.

Ela então perde o controle, começa a criar situações absurdas e a controlar seus colegas de equipe. Assim ela faz com que a Mulher-Hulk assassine o Visão, seu marido.

Aqui, o que acredito que deve estar sendo usado na série, talvez seja o trauma relacionado aos filhos e o fato de estar controlando as outras pessoas.

Porém, Bendis também é o autor responsável pela saga Dinastia M, ao lado do desenhista Olivier Coipel, quando a Wanda altera a realidade de todo o Universo Marvel, criando assim um mundo dominado por mutantes, um verdadeiro paraíso para os Homo Superior.

E não, eu não acredito que teremos mutantes no programa, não em uma escala nível Dinastia M. Mas a alteração da realidade, não de um mundo inteiro, mas possivelmente de uma vizinhança inteira, é algo que me parece bastante óbvio, não é mesmo?

4 e 5 – John Buscema e Roy Thomas

John Buscema e Roy Thomas são co-criadores do Visão e por isso constam nos créditos.

6 e 7 – Joss Whedon e John Cassaday

A dupla foi a responsável por criar a organização ESPADA nas páginas de Surpreendentes X-Men. Nos quadrinhos essa é uma organização semelhante a SHIELD, mas que opera no espaço, protegendo a Terra de ameaças alienígenas.

Não está claro, no entanto, como a organização será retratada em WandaVision, afinal a ESPADA está na Terra lidando com uma situação da Feiticeira Escarlate.

Das duas umas: teremos uma remodelagem completa da organização ou o que está criando essa alteração toda na realidade tem origem alienígena.

8 e 9 – Steven Englehart e Richard Howell

Essa dupla criativa foi responsável pela maxissérie de 12 edições chamada Visão e Feiticeira Escarlate, publicada em 1985.

O gibi é talvez uma das maiores inspirações de WandaVision, pois mostra o casal vivendo numa casa normal em uma vizinhança comum. É nessa revista também que a Feiticeira Escarlate usa seus poderes mágicos para se auto-engravidar.

10 e 11 – Stan Lee e Jack Kirby

Stan Lee e Jack Kirby são co-criadores da Feiticeira Escarlate e por isso constam nos créditos.

12 e 13 – Bill Mantlo e Rick Leonardi

A dupla criativa foi responsável pela primeira minissérie do Visão com a Feiticeira Escarlate, publicada em 1982. A histórias esclarece, finalmente, a identidade do pai de Wanda.

Na época era o Magneto, mas vocês podem ler nesse texto aqui, que a origem da Feiticeira Escarlate é uma coisa extremamente confusa.

A revista também mostra o casal vivendo numa casa comum, num bairro normal. E, vale destacar que a primeira, das quatro edições da HQ, mostra a Wanda e o Visão curtindo uma noite de Halloween, algo que sabemos que também ocorrerá em WandaVision.

14 e 15 – Tom King e Gabriel Walta

Por último, mas não menos importante, temos a equipe criativa da recentemente minissérie do Visão, sobre a qual muitos portais e Youtubers falaram exaustivamente nos últimos meses.

A HQ mostra o Visão criando uma família cibernética igual a ele e tentando emular uma vidinha comum, também em um bairro comum dos EUA.

Até o momento, e acredito que assim seja até o final da série, a única inspiração aqui parece ser a vida comum, que já era algo presente nas minis anteriores da Wanda com o Visão.

Mas e então, caro leitor, o que achou dos dois primeiros episódios de WandaVision que já estão disponíveis no Disney+? Conseguiu identificar todos esses elementos vindos das HQs? Deixe a sua opinião nos comentários.

error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D