Jamesons

– O maior site especializado em Marvel do Brasil

Marvel traz de volta a lendária Tropa dos Capitães Britânia

Na última edição do evento X of Swords, coescrito por Jonathan Hickman (X-Men) e Tini Howard (Excalibur), tivemos o retorno da Tropa dos Capitães Britânia, que haviam sido exterminados em uma revista escrita pelo próprio Hickman. Mas afinal, quem são os Capitães Britânia?

Esse texto contará com spoilers da saga X of Swords inteira. Então se você ainda não terminou a leitura desse evento, que ainda é inédito no Brasil, siga a leitura por sua conta em risco.

O Capitão Britânia mais conhecido nos quadrinhos da Marvel é o herói inglês Brian Braddock. Criado nos anos 70 para a filial britânica da Marvel, o personagem passou anos tendo aventuras independentes da maioria dos heróis da Casa das Ideias até ser publicado nos Estados Unido e fazer parte do elenco da editora. Além de Brian, outro Braddock relevante foi importado dos quadrinhos britânicos: a mutante Elizabeth “Betsy” Braddock, também conhecida pelo codinome Psylocke.

Essencialmente, um indivíduo se torna Capitão Britânia ao ser confrontado pelo mago Merlin a fazer uma escolha entre o Amuleto do Direito e a Espada do Poder. No caso, a escolha “certa” a se fazer é escolher o Amuleto, pois demonstra nobreza. Quando Brian ficou indisponível no passado, Betsy assumiu por um tempo o título de Capitã Britânia – isso anos antes de ser Psylocke e se juntar aos X-Men.

Anos depois, descobrimos que os Capitães Britânias de todo o multiverso se reuniam para formar uma equipe especial conhecida como a Tropa dos Capitães Britânia. Muitos sendo versões alternativas do próprio Brian. A Tropa havia sido criada há milênios pelo mago Merlin e tinha como objetivo patrulhar e proteger o Multiverso, servindo diretamente à Majestrix Omniversal. Inclusive, o conceito da Tropa foi criado por Alan Moore (Watchmen), um dos escritores de quadrinhos mais aclamados de todos os tempos.

Mais recentemente, durante a primeira edição de Excalibur da nova fase dos X-Men, Betsy Braddock se viu obrigada a aceitar o Amuleto para salvar Avalon das mãos de Morgana Le Fay, tornando-se novamente a Capitã Britânia. Falamos um pouco sobre isso aqui.

– Fim e Retorno –

A Tropa foi dizimada pelo exército dos Beyonders durante o evento conhecido como As Incursões (que precedeu as Guerras Secretas). Na época, eles investigavam o acontecimento, que era basicamente o colapso do multiverso, e fracassaram ao tentar impedir o inimigo. Brian Braddock da realidade 616 foi o único sobrevivente, tendo sido salvo por Saturnyne.

Com o fim do evento X of Swords, descobrimos que todo o torneio foi uma jogada pensada por Saturnyne com o objetivo de trazer de volta sua Tropa dos Capitães Britânia. Reunindo as peças estilhaçadas da Capitã Britânia (que foi morta em combate, clique aqui para saber mais), Saturnyne finalizou seu ritual para invocar novamente a Tropa dos Capitães Britânia.

A intenção real da Majestrix era a de ter Brian Braddock de volta como seu Capitão Britânia, mas o que ela não previu foi que Betsy Braddock já havia sido proclamada a legítima Capitã Britânia, então o retorno da Tropa trouxe, na verdade, diversas versões alternativas baseadas em Betsy – incluindo Capitãs Britânia como um dragão, um ganso, uma coruja e um velociraptor. A própria Betsy original, porém, continua desaparecida.

O retorno dos Capitães Britânia significa que o Multiverso novamente ganhará uma força de proteção extra e que estarão menos vulneráveis a novas catástrofes. X of Swords foi escrita por vários escritores, mas o enredo foi encabeçado por Jonathan Hickman (Vingadores) e Tini Howard (Excalibur).

Mas e então, caro leitor, o que você achou desse retorno? É um fã da Tropa dos Capitães Britânia? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D