Marvel revela que o mais poderoso de todos os mutantes … não é mais um mutante!

E quem achou que com a ascensão de Krakoa as coisas ficariam mais tranquilas para os mutantes, se enganou. Os problemas não para de surgir e o mais recente foi descobrir que o mais poderoso dos mutantes na verdade nem mesmo é um mutante.

Antes de prosseguir, é importante avisar que esse texto contará com spoilers de Quarteto Fantástico #25 e 26, revistas ainda inéditas no Brasil. Continue a leitura por sua conta em risco.

Imediatamente assim que assumiu a revista dos X-Men, o escritor Jonathan Hickman logo tratou de estabelecer um conceito base para os mutantes Ômega, os mais poderosos. Nessa lista constava Franklin Richards, o filho do Sr. Fantástico com a Mulher Invisível, do Quarteto Fantástico.

Franklin possui a habilidade de manipular a realidade, o que na prática significa que ele consegue fazer o que bem entender. Mas ele é jovem ainda, então obviamente não tem um controle pleno dos seus poderes.

Recentemente o Quarteto Fantástico e os X-Men entraram em rota de colisão, pois enquanto a família de Franklin não queria deixar o jovem visitar Krakoa, os mutantes entendiam que era um direito dele estar entre os seus. Após muita confusão, foi estabelecido que ele poderia visitar regularmente a nação mutante para treinar e aperfeiçoar os seus poderes.

Franklin inclusive ficou bastante imerso na cultura mutante. Nas paredes do seu quarto haviam pôsteres de cantoras mutantes como Cristal e Lila Chaney, além de colecionáveis do Fanático e o logo dos X-Men na tela de carregamento do seu computador.

Acontece que desde a saga Guerras Secretas, quando ele usou os seus poderes para reconstruir o Multiverso inteiro, o jovem tem demonstrado uma queda significativa nos seus poderes. Eles estão sumindo pouco a pouco. E em Quarteto Fantástico #25, HQ escrita por Dan Slott (Surfista Prateado) e desenhada por RB Silva (Excalibur), Franklin gastou sua última parcela de energia enfrentando um alienígena que havia invadido a Terra.

Como resultado, Franklin se tornou um humano comum, incapaz inclusive de passar pelos famosos portais de Krakoa. E como desgraça pouca é bobagem, o Professor X revelou telepaticamente para ele que a razão pela qual nenhum dos cientistas mais brilhantes do mundo conseguiram consertar os seus poderes mutantes … é pelo fato de que ele não é mutante.

Conforme Charles, os poderes de Franklin tinham origem cósmica e eram tão grandes que ele conseguiu alterar as suas próprias células a ponto de parecer que ele era um portador do Gene X. Porém, assim que seus poderes sumiram, ele voltou a ser apenas um humano normal.

A conclusão é que exceto se algo mudar no futuro e tivermos uma reviravolta (o que é bem comum nos quadrinhos), Franklin Richards não é mais um mutante ômega e nem mesmo é mais bem-vindo em Krakoa.

Mas e então, caro leitor, o que achou dessa reviravolta na história do Franklin? Gostava de ver essa conexão do Quarteto Fantástico com os X-Men? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D