Jamesons

– O maior site especializado em Marvel do Brasil

Luke Cage ganha nova HQ abordando o racismo e a violência policial

O ano de 2020 foi marcado por grandes protestos antirracistas nos Estados Unidos (e no mundo), após um homem negro chamado George Floyd ter sido covardemente assassinado por policiais brancos. Agora, pouco mais de um ano após toda essa situação, a Marvel abordará o assunto em suas HQs.

Em outubro começará a ser publicado nos Estados Unidos a minissérie de três edições chamada “Luke Cage: Cidade em Chamas“, que terá roteiro de Ho Che Anderson, autor da biografia em quadrinhos de Martin Luther King Jr., e arte de Farid Karami (Pássaro Noturno), Ray-Anthony Height (Dra. Aphra) e Sean Damien Hill.

A promessa da HQ é explorar o papel de Luke dentro da sua comunidade no Harlem, mas também o reposicionar de maneira significativa dentro do Universo Marvel. Confira a sinopse:

Na nova série, um grupo desonesto sombrio chamado Reguladores está aterrorizando cidadãos comuns na cidade de Nova York, e Luke Cage é chamado à ação quando um homem negro em sua comunidade é assassinado por um policial desonesto. Cage rapidamente cruza com a Demolidora, que está determinada a derrubar os Reguladores, não importa o custo, mas o Prefeito Fisk está igualmente determinado a usá-los para aumentar seu controle sobre a cidade. Há inquietação nas ruas e cabe a Cage impedir que a cidade pegue fogo.

Talvez a sinopse sozinha não diga nada, mas considerando o contexto que já comentamos acima sobre George Floyd, mais a história do próprio Luke Cage, envolvendo violência policial e injustiças e o fato de que o atual Prefeito de NY no Universo Marvel é o vilão Rei do Crime (um político mesquinho e criminoso), já dão uma ideia sobre o tom da HQ, não é mesmo?

Outro ponto a se destacar é que o subtítulo da revista, “Cidade em Chamas“, pode ser encarado também como uma referência as manifestações antirracistas. Na época, a delegacia de polícia da cidade Minneapolis, onde Floyd foi morto, chegou a ser incendiada no ápice das manifestações.

Mas e então, caro leitor, o que você achou da novidade? Feliz de ver a Marvel abordando esse tipo de assunto nas suas HQs? Deixe a sua opinião nos comentários.

error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D