Jamesons

– O maior site especializado em Marvel do Brasil

10 grandes desenhistas do Homem-Aranha na última década

Estamos fechando mais uma década nessa nossa minúscula existência na vasta galáxia em que nos situamos. E para isso, vamos aproveitar e destacar alguns dos grandes nomes que passaram nessa década pela Casa das Ideias. Para começar, elencamos o que entendemos ser os 10 grandes desenhistas do Homem-Aranha.

É importante frisar que a lista não está organizada em ordem de preferência e que por Homem-Aranha estamos considerando todos os títulos publicados nos últimos 10 anos (seja do Miles ou do Peter).

10 grandes desenhistas do Homem-Aranha na década

1 – Sara Pichelli

Acho que não há nada mais justo do que começar essa lista com a co-criadora do Miles Morales. Sara, junto do escritor Brian Michael Bendis, co-criou o jovem herói e depois seguiu como desenhista regular da mensal do Ultimate Homem-Aranha.

Mais adiante ainda foi a responsável pela arte de Homens-Aranha, o primeiro crossover entre os Universos 616 e Ultimate. E, vale destacar, foi o material base que inspirou boa parte da trama do filme Aranhaverso da Sony.

Ela também desenhou recentemente, mas dai sem tanto impacto, a minissérie do Homem-Aranha escrita pelo cineasta JJ Abrams e seu filho. A revista chegou ao fim há algumas semanas nos EUA e é ainda inédita no Brasil.

2 – Humberto Ramos

Sim, eu sei que você já ta com o dedinho coçando para xingar nos comentários. Se te faz feliz, vai lá, bota pra fora. Mas saiba que o desenhista mexicano é certamente um dos artistas mais importantes a passar pelo Homem-Aranha nos últimos 10 anos. E me xingar não vai mudar isso.

O seu traço cartunesco, as vezes sujo e confuso, pode não combinar com qualquer tipo de revista. Mas casou perfeitamente com o Amigão da Vizinhança. As anatomias pouco precisas e expressões faciais marcantes foram determinantes para a consolidação do seu trabalho, que captou como poucos o humor inerente ao personagem.

3 – Stuart Immonen

Na década passada o Stuart já havia deixado a sua marca no Homem-Aranha Ultimate e agora volta marcar território no Espetacular Homem-Aranha tradicional. Se antes destacamos que o Ramos brilha em captar a essência do humor, Immonen é absoluto nas cenas de ação.

E não foram poucos os grandes momentos que foram retratados no seu traço. O aguardado confronto do Homem-Aranha vs Superior Octopus ou então, a batalha contra o Duende Vermelho. O seu único problema foi que não ficou mais tempo na revista.

4 – Marcos Martin

Marcos trabalhou em pouquíssimas edições do Homem-Aranha, mas foi extremamente marcante em todas as suas passagens. Fez alguns dos capítulos mais memoráveis dos últimos 10 anos do Teioso. E por isso merece lugar nessa lista. Com um traço simples, mas extremamente dinâmico e inventivo, soube ser sério e descontruído nas doses certas.

Quando Marla Jameson morreu, coube a Martin cuidar da edição que explorou o luto tanto de Peter Parker quanto de John Jonah Jameson. Na sequência ele ainda co-criou o vilão Massacre, que é sempre sombra de dúvidas um dos mais cruéis da galeria de inimigos do Aranha.

E não menos importante foi a sua última colaboração com o herói: O Espetacular Homem-Aranha #801. Edição final do run de Dan Slott e uma história que define como poucas o que o Homem-Aranha representa.

5 – Stefano Caselli

Antes de Humberto Ramos marcar território e se solidificar na arte da HQ do Aranha, era Stafeno quem mais colaborava com Dan Slott. O seu traço combinava muito bem a ação e o humor, casando perfeitamente com a HQ.

Sob o seu traço, Peter viu o Escorpião retornar com uma gangue, a Marla Jameson morrer, a Fundação Futuro surgir e até o fim do mundo orquestrado pelo Dr. Octopus e seu novo Sexteto Sinistro.

Algo interessante de se destacar sobre o trabalho de Caselli é que o artista desenhou o Homem-Aranha com diversos trajes diferentes. Seja o seu uniforme tradicional, a vestimenta da Fundação Futuro e um protótipo de armadura utilizado contra o Sexteto Sinistro do Octopus.

6 – Olivier Coipel

Coipel é mais um que figura nessa lista tendo trabalhado muito pouco com o Aranha nessa década, mas o pouco que fez foi histórico. Coube ao artista francês ser o responsável pela saga Aranhaverso, reunindo e criando dezenas de versões alternativas do Homem-Aranha.

A trama da HQ pouco tem a ver com o filme animado protagonizado pelo Miles (como mencionamos antes, ele é mais inspirado na minissérie Homens-Aranha), mas a essência e a ideia original de termos várias versões alternativas do Homem-Aranha reunidas está lá.

Elogiar o traço do Coipel é chover no molhado. É um dos mais populares quadrinistas em atividade. A elegância e fluidez do seu traço deram um tom diferenciado para essa aventura. Ver todos os Aranhas reunidos sob a sua arte, foi definitivamente emocionante.

7 – Ryan Ottley

Quando em 2018 a Marvel relançou a revista do Homem-Aranha, após o fim do run de Dan Slott, foi Ryan Ottley o escolhido para ser o artista regular do herói. Inicialmente os fãs não reagiram muito bem a escolha do desenhista. Ottley passou anos desenhando Invencível na Image e possui um traço bem particular e um pouco cartunesco (não tanto quanto o Ramos).

Seus personagens não são bonitos e esbeltos, mas são expressivos e as composições das suas páginas são inventivas e detalhadas o suficiente para encher os olhos.

Além do mais, vale destacar, com o passar dos arcos Ottley soube captar a essência do Homem-Aranha e foi combinando o seu traço com o espírito heroico, alto astral e principalmente hilariante do Amigão da Vizinhança. Seu trabalho tem uma clara crescente ao longo das edições.

8 – Mark Bagley

Bagley é um dos maiores desenhistas do Homem-Aranha na história. Marcou presença e foi muito importante na década de 90. Nos anos 2000 se tornou o artista que trabalhou em mais edições consecutivas do Homem-Aranha, foram mais de 100 capítulos do Homem-Aranha Ultimate.

E agora nessa década voltou a trabalhar com Peter Parker com louvor. Inicialmente na minissérie “Homem-Aranha: História de Vida“, de Chip Zdarsky, que foi muito elogiada pela crítica e pelos fãs. E mais recentemente na mensal O Espetacular Homem-Aranha, do escritor Nick Spencer.

Bagley não é o desenhista que vai inovar na narrativa ou criar diagramações completamente experimentais. Hoje em dia ele faz mais um trabalho de operário, entregando páginas de alto nível em um curto prazo. Mesmo com seus 63 anos é um dos desenhistas mais ágeis do mercado.

Sua arte é muito bem acabada, dinâmica e se encaixa tanto em aventuras mais leves e descompromissadas, quanto em arcos mais densos e perigosos.

9 – Juann Cabal

E cá está mais um da lista que trabalhou pouco com o Aranha, mas foi marcante. Juann desenhou a revista Homem-Aranha o Amigão da Vizinhança de Tom Taylor e brilhou demais. A sequência de abertura da primeira edição, com o herói se balançando por NY e depois salvando um pai e uma filha de um acidente de carro, é cinematográfica.

A sua arte é limpa, sua diagramação diferenciada e o traço cheio de detalhes. Consegue transmitir muita coisa em poucos quadros, sabendo utilizar eles a seu favor para contar a história. Não é a toa que foi selecionado como um Stormbreaker da Marvel em 2020.

Mas não poderia deixar de citar aqui que foi ele o responsável por desenhar a edição da HQ do Homem-Aranha que fez os leitores chorarem. O capítulo em que o Teioso visita um hospital e interage com um menininho com câncer. A sensibilidade que compõe todo esse capítulo é nada menos do que tocante.

10 – Giuseppe Camuncoli

Não poderia encerrar essa lista sem mencionar o Giuseppe. Ele é pau para toda obra e a exemplo de Humberto Ramos, esteve presente em praticamente todo o run de Dan Slott no Homem-Aranha.

Participou do emblemático arco em que o Lagarto tira a vida do seu filho, participou da polêmica fase Superior Homem-Aranha, desenhou alguns capítulos de Aranhaverso auxiliando Olivier Coipel e por fim foi o artista principal no período em que Peter Parker se tornou um empresário bilionário.

Particularmente, penso que a sua arte é um pouco mais séria do que o Homem-Aranha pede, mas não dá para negar a sua importância nesses últimos 10 anos.

Mas e então, caro leitor, teve algum outro desenhista que marcou muito na última década e que nós não mencionamos? Qual é o seu top10 desenhistas do Aranha? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D