Jamesons

– O maior site especializado em Marvel do Brasil

OFICIAL! Jonathan Hickman está fora dos X-Men. Mas talvez isso não seja de todo ruim?

Semana passada repercutimos aqui no site que o aclamado roteirista Jonathan Hickman, que em 2019 remodelou por completo a franquia X-Men, poderia estar de saída da Marvel. As notícias se confirmaram parcialmente, mas com importantes reviravoltas.

Em uma conversa exclusiva com a Entertainment Weekly, o roteirista confirmou que está se despedindo dos mutantes em Inferno, sua nova saga que começará a ser publicada nos Estados Unidos no mês que vem. E a decisão, por mais surpreendente que possa ser, foi causada pelo esmagador sucesso que foi essa nova fase.

Hickman contou que seus planos iniciais para a franquia foram drasticamente alterados conforme as coisas foram ficando cada vez maiores. As novas equipes criativas que foram surgindo no processo (Gerry Duggan, Ben Percy, Tini Howard, Vita Ayala, Leah Williams, Al Ewing e outros) adicionaram muitos elementos na trama que ele estava encabeçando.

Quando apresentei a história dos X-Men que eu queria fazer, apresentei uma narrativa muito grande, muito ampla, de três atos e três eventos, o primeiro dos quais foi a Dinastia X. E enquanto isso funcionou vagamente como um plano de um ano, eu disse à Marvel desde o início que, honestamente, não tinha ideia de quanto tempo a primeira parte duraria porque havia muitas ideias interessantes que eu tinha semeado e que outros criadores gostariam de brincar, então, deixamos isso em aberto. Eu também fui bem claro com todos os escritores que entraram no escritório qual era o plano inicial de três atos, para que ninguém se surpreendesse quando chegasse a hora de a linha girar.“, explicou Hickman.

O autor continuou: “No entanto, eu também sabia que estava em uma situação difícil e era muito possível que o que eu havia escrito em Dinastia X, e as ideias contidas ali, não fosse realmente o primeiro ato de uma história de três atos, mas algo que ressoaria mais profundamente e funcionaria mais como Giant-Size X-Men , onde representaria uma mudança de paradigma em toda a linha X-Men por um período de tempo prolongado. Então, durante a pandemia, quando chegou a hora de começar a apontar coisas para escrever o evento do segundo ato, perguntei a todos se eles estavam prontos para que eu fizesse isso, e todos queriam ficar no primeiro ato. Foi realmente interessante, porque eu apreciei como Dinastia X ressoou com eles a ponto de não quererem que acabasse, mas a realidade é que eu sabia que isso estava me fazendo deixar a franquia mais cedo.

Apesar disso, Jonathan Hickman não está saindo da Marvel. O autor se despede dos mutantes por enquanto, mas terá novos projetos pela frente:

A Marvel realmente não me paga para apenas escrever livros mensais contínuos, há uma expectativa de que eu escreva livros maiores que tenham um alcance mais amplo do que isso. Em um esforço para facilitar as duas coisas, todos nós passamos os últimos seis meses reorientando a linha, eu criando o Inferno para ajudar nisso e, em seguida, trazendo alguns novos escritores para adicionar à equipe existente e, em seguida, planejar para os próximos anos de X-books. Então, depois do Inferno, vou sair para trabalhar no meu próximo grande projeto na Marvel e, a partir de janeiro, a franquia mutante vai disparar, começando com uma série semanal que leva a uma nova leva de revistas. Sim, demoramos um pouco para montar tudo corretamente, Inferno – vai ser muito bom.

Na chamada desse texto falamos que a saída do Hickman talvez não seja de todo ruim. Motivo? Muitos temiam que com a saída do autor, todo o contexto de Krakoa fosse embora com ele. É esse cenário, mais do que o próprio autor, que as pessoas querem.

E nessa sua despedida, Hickman deixou claro que para ele ficar mais tempo, precisaria ter autonomia para desempenhar o seu plano original … que envolvia muito provavelmente com encerrar o plot de Krakoa para lançar algo novo.

É um sentimento agridoce. Os fãs conseguiram o que queriam, mas as custas de um dos maiores roteiristas dessa geração. Felizmente, Gerry Duggan seguirá escrevendo X-Men e, pelo menos por enquanto, assume as rédeas da franquia.

Como Jonathan falou, Inferno será sua despedida, mas em janeiro teremos uma série semanal que preparará a franquia para o seu novo status. Enquanto isso, Hickman assumirá outro projeto na Marvel, mas qual? O homem já escreveu Quarteto Fantástico, Vingadores e X-Men, pode ele estar indo para o Homem-Aranha?

Mas e então, caro leitor, o que você achou da novidade? Triste pela despedida de Hickman ou feliz pela manutenção de Krakoa? Deixe a sua opinião nos comentários.

error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D