Jamesons

– O maior site especializado em Marvel do Brasil

O que os créditos finais de Falcão e o Soldado Invernal podem nos revelar sobre a série?

Fizemos um texto exatamente como esse para WandaVision e foi muito pertinente. No final de cada episódio a Marvel Studios agradece os criadores dos quadrinhos que produziram as histórias que inspiraram o programa. Sendo assim, analisando esses nomes, podemos ter uma ideia sobre o enredo geral do programa.

A ideia aqui é tentar identificar elementos da trama que nos possibilitem especular o que acontecerá ao longo dessa primeira temporada. Vamos nessa:

1 – Os criadores originais

Primeiro vamos tirar os elefantes brancos da sala. No caso, os criadores dos personagens principais da série. Constam nos créditos os seguintes quadrinistas:

Stan Lee e Gene Colan – Criadores do Sam Wilson.
Ed Brubaker e Steve Epting – Criadores do Soldado Invernal.
Joe Simon e Jack Kirby – Criadores do Capitão América e Bucky Barnes.
Mark Gruenwald e Paul Neary – Criadores do John Walker e Apátrida.
John Byrne, David Michelinie e Bob Layton – Criadores do Máquina de Combate.

2 – Tom Morgan

Tom Morgan consta nos créditos pois foi o desenhista que, ao lado de Mark Gruenwald, trabalhou em Capitão América #332. Essa é uma das mais importantes HQs do herói pois é quando Steve Rogers abre mão do manto de Capitão América.

Foi o arco “Captain America No More“, lá de 1987, onde o Governo Americano notifica Steve Rogers avisando que conforme as diretrizes assinadas ainda durante a Segunda Guerra Mundial, o título de Capitão América, bem como o escudo, pertencem ao governo e que caso o herói não esteja de acordo com as decisões que eles tomarem, eles tem pleno direito de confiscar o manto, uniforme e escudo do líder dos Vingadores.

Na época, por livre e espontânea vontade, Steve decidiu então devolver o manto para o governo, já que não tinha interesse nessa vida de capacho. Ele tem suas próprias ideias e não queria correr o risco de ser obrigado a tomar decisões que vão contra os seus ideais. Da mesma forma ele não quis lutar na justiça pelo seu direito de ser o Capitão América por acreditar que o próprio povo americano não merecia passar por esse constrangimento.

Foi a partir daí que o Governo escolheu John Walker, que até então atendia como Super-Patriota, para ser o novo Capitão América.

E é mais ou menos isso que acontece na série. Sam Wilson herdou o manto de Capitão América do próprio Steve Rogers, mas decidiu que não deveria seguir adiante, que este era o símbolo de Steve e devolveu tudo ao governo. Só que o governo por conta própria acabou escolhendo então um novo Capitão América: John Walker.

3 e 4 – Nick Spencer e Daniel Acuña

Esses dois últimos nomes presentes nos créditos são talvez os mais importantes. Essa é a dupla criativa responsável pela HQ chamada: Capitão América: Sam Wilson. Título publicado pela Marvel entre 2015 e 2017 e que foi um gigantesco sucesso de crítica.

Foi o período em que Sam Wilson assumiu o manto de Capitão América, o que sugere que apesar desse primeiro episódio da série, ele de fato acabará o programa assumindo a bandeira dos EUA.

Outro ponto a destacar é que a HQ escrita por Nick Spencer possui uma enorme carga política e aborda muito bem a questão do racismo. Elementos que já podemos ver de maneira muito clara nesse primeiro episódio da série.

Mas há outros dois elementos do run de Nick Spencer que certamente devem pautar a continuidade da série:

John Walker: nas HQs ele acha que Sam Wilson não é digno de ser o Capitão América no lugar de Steve Rogers e surge para confrontá-lo a pedido do Governo. Tendo em vista que no programa o Sam não deve ter ficado nada feliz de ver o Governo cedendo a um soldado qualquer o escudo que ele ganhou de Rogers, o confronto está garantido. Veremos quem é o mais digno de ser o Capitão América.

Falcão: um pequeno detalhe que muitos podem ter deixado passar, diz respeito ao carismático soldado que faz as vezes de parceiro do Falcão no início desse primeiro episódio. Ele é Joaquin Torres, personagem criado por Nick Spencer.

Nos quadrinhos, quando Sam Wilson assume o manto de Capitão América, é Joaquin quem vira o novo Falcão. No material original ele acaba sofrendo experimentos e vira uma espécie de falcão humanoide, além não ser um soldado, mas um jovem de origem hispânica que foi vítima de ataques xenofóbicos. Porém, no MCU tudo é adaptação, não é mesmo?

Será que veremos ele ganhar mais destaque ao longo do programa? Ele vai assumir o papel de sidekick oficial do Sam? Nas animações ele ganhou um par de asas semelhante ao do Sam e passou a ser o Falcão. Mas teremos de continuar assistindo para saber o seu destino no MCU.

Falcão e o Soldado Invernal é a mais nova série original da Marvel Studios no Disney+. Novos episódios estreiam toda sexta-feira, às 4h no horário de Brasília.

Mas e então, caro leitor, o que você achou do episódio de estreia da série? Ansioso para conferir os próximos capítulos? Deixe a sua opinião nos comentários.

error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D