Jamesons

– O maior site especializado em Marvel do Brasil

POR ONDE COMEÇAR? 5 ótimas HQs para iniciar a leitura dos X-Men

Quer começar a acompanhar as HQs dos X-Men e não sabe como? Se introduzir ao universo dos mutantes não é uma tarefa fácil, ainda mais quando envolve 57 anos de publicações, tantos retcons, mortes, viagens no tempo e até mesmo várias realidades alternativas. Mas se por um lado a missão é difícil, ela também não é impossível. Então porque não? Você pode escolher o caminho mais fácil e pegar X-Men: Grand Design (clique aqui para comprar), ou pode seguir nesse texto mesmo pois separamos uma lista de opções que vão te ajudar nessa jornada!

O texto a seguir foi devidamente adaptado para cobrir coleções disponíveis no mercado ou anunciadas o início de 2021, então, se prepara.

1 – X-Men: Segunda Gênese

O ano é 1975, quando Len Wein e Dave Cockrum se unem para reformular a equipe mutante na icônica Giant-Size X-Men. Estrelando membros de distintas nacionalidades e personalidades, a nova equipe é formada por Solaris, Banshee, Wolverine, Tempestade, Noturno, Colossus e Pássaro Trovejante. Uma mudança radical e necessária na equipe.

Em nossa recomendada coleção, a fase é iniciada com X-Men: Segunda Gênese e possui três sequências que compilam APENAS tudo o que John Byrne fez ao lado do Chris Claremont, elevando o título à níveis inesperados e transformando os X-Men na mais popular equipe dos quadrinhos de sua época. Uma verdadeira revolução que foi compilada em quatro volumes, e, para muitos, eis aqui o “quadrinho obrigatório” dos mutantes.

A coleção se consiste por X-Men: Segunda Gênese, X-Men: Magneto Triunfa, X-Men: A Saga da Fênix Negra e X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido. Clique aqui para comprar esses gibis.

Tenha em mente também que esses gibis foram escritos em 1975, logo, a sua narrativa é um pouco mais lenta e engessada se comparada com as HQs atuais. Apesar disso é um dos pilares mais importantes da equipe e merece ser lido.

2 – Novos X-Men

Se você lê quadrinhos já a algum tempo, você conhece o pacato escocês chamado Grant Morrison, mas você sabia que ele passou quatro anos à frente dos X-Men?

26 anos após Segunda Gênese, Joe Quesada, recém-nomeado editor-chefe da Marvel Comics, almejava recuperar a antiga glória mutante, deixar a bagunça dos anos 90 de lado, e conquistar aclamação da crítica. Para tanto, escolheu a dedo Grant Morrison, um dos mais renomados escritores de quadrinhos, para assumir um novo título X. Com uma longa narrativa que traça caminhos esquisitos, mas não menos interessantes, o sucesso foi instantâneo e figura nossa segunda indicação.

OBS: Espere aqui uma leitura bem fora da caixinha. Comece a enxergar os mutantes não apenas como os coitadinhos, mas como uma enorme comunidade capaz que de desenvolver a sua própria cultura.

A Panini anunciou recentemente a republicação de toda a série em encadernados com capa dura para o ano de 2021. Espero que todos possamos acompanhar estes 7 arcos juntos, então, fiquem de olho! Mas se você tiver muita sorte, poderá encontrar em sebos os seis volumes em capa cartão dessa mesma fase que a editora publicou alguns anos atrás.

3 – Surpreendentes X-Men

Na sequência do título anterior, foi lançada a mais empolgante porta de entrada para novos leitores. Joss Whedon, antes de dirigir o filme dos Vingadores no cinema, assumiu o papel de roteirista de quadrinhos e “surpreendeu” a todos. O título buscava fazer o básico, mas que há muito tempo não se via: colocar os X-Men simplesmente como uma equipe de heróis. Pela alta qualidade do roteiro de Whedon e da arte de John Cassaday e por não estar ligada a crossovers, sagas e outras revistas, o sucesso foi imediato.

Minha principal indicação da lista pode ser encontrada toda compilada em dois encadernados, que você pode comprar clicando aqui.

4 – Dinastia X / Potências de X

O roteirista Jonathan Hickman já havia feito história com os Vingadores, mas após passar anos distante do Universo Marvel, voltou com inspiração total para assumir a franquia mutante. Inicialmente duas minisséries abrem o caminho para a sua fase: Dinastia X e Potencias de X. E na sequência diversas novas HQs surgem, compondo esse período que ainda está sendo publicados lá nos Estados Unidos.

Com um viés pesado de ficção científica e conceitos ousados, o título agrada principalmente por sua inventividade sem deixar a qualidade cair ou desrespeitar conceitos prévios.

Não é a porta de entrada mais confortável para os novos leitores, mas ainda é funcional. Você ficará um pouco perdido no início, mas acredite, mesmo quem acompanhou X-Men a vida inteira também ficou. Faz parte da magia dessa história. Quando as coisas começarem a fazer sentido, tudo valerá a pena. A fase também é totalmente recomendada aos que estão regressando para a franquia mutante, após ficar alguns anos longe.

Com um formato encadernado mais luxuoso e periodicidade mensal, a nova revista chama atenção por compilar todas as séries mutantes (não são poucas) em um só lugar. Quer ficar por dentro do que acontece HOJE com os mutantes? Não tem erro. E como a revista está recém na sua sétima edição aqui no Brasil, dá pra clicar aqui e comprar as primeiras edições para curtir os mutantes no conforto da sua casa.

5 –  Os Fabulosos X-Men

Yes! Foi aqui que tudo nasceu! Stan Lee e Jack Kirby, criadores de boa parte do Universo Marvel, deram o ponta pé inicial dos mutantes em setembro de 1963. Um excelente e divertido registro das primeiras aventuras dos X-Men originais: Ciclope, Garota Marvel, Fera, Anjo e Homem de Gelo.

Está nos planos da Panini republicar as primeiras aventuras dos X-Men em uma série de encadernados em 2021. Não foram divulgados detalhes e nem ocorreu um anúncio oficial ainda. Assim que novas informações surgirem, estaremos divulgando aqui no Jamesons.

Mas é preciso destacar, se a revista dos anos 70 já era uma leitura um pouco engessada, esse material de 1963 é bem mais complicado. Recomendamos a leitura para quem faz muita questão de ler os X-Men desde o início e para colecionadores.

BÔNUS!

6 – X-Men: Grand Design

As inesperadas graphic novels de Ed Piskor te pegam pelo braço e passeiam por trancos e barrancos na longa jornada da cronologia mutante. Com uma linguagem clássica e um ritmo enciclopédico, o melhor resumo que alguém poderia querer da história mutante vai além e se torna, também, um dos melhores títulos mutantes à sua disposição.

Publicado com um formatão diferenciado (deixo claro que não caberá em todas as estantes!), Grand Design se completa em apenas 3 volumes (mas saíram apenas 2 no Brasil) e muito charme nostálgico. Vale destacar aqui que o terceiro volume foge um pouco da proposta original, então você pode ficar apenas nesses dois sem problemas.

Os encadernados são um resumão de tudo o que foi publicado entre os anos 60 e 80 nas revistas mutantes. Ficou interessado? Clique aqui para comprar.

7 – X-Men: Equipe Vermelha

Não tem certeza se ler os quadrinhos dos X-Men é o que você realmente quer? Não está afim de comprar uma coleção inteira ou caros encadernados de capa dura? X-Men: Equipe Vermelha é a solução.

O material foi compilado aqui no Brasil em 2019 pela Panini em dois encadernados de capa cartão. Trata-se de uma aventura bastante politizada e atual, escrita por Tom Taylor. Se você gostar, vale a pena correr atrás dos demais itens presentes nessa lista. Clique aqui para comprar X-Men: Equipe Vermelha.

Mas e então, caro leitor gostou da lista? Faltou alguma coisa? Comenta logo abaixo. Grandes sagas noventistas como Era do Apocalipse, Massacre de Mutantes, Inferno, Programa de Extermínio e tantas outras, foram publicadas ao longo da última década, mas não são exatamente portas de entrada muito interessantes para novos leitores.

Texto de André Queiroz.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D