Dr. Destino questiona se os mutantes são de fato a evolução dos humanos

Os mutantes no Universo Marvel são seres que nasceram com o gene x, que normalmente se ativa na adolescência (mas também pode ser ativado ao nascer ou mesmo na fase adulta) e se manifesta na forma de poderes.

Essa é a teoria mais aceita atualmente, que a diferença entre os humanos (Homo Sapiens) e os mutantes (Homo Superior) seria o gene x. A premissa é que gradativamente mais e mais mutantes vão nascer até o ponto que toda a população da Terra nascerá com o gene mutante, extinguindo os humanos.

Mas recentemente nas minisséries Dinastia X e Potencias de X foi indicado que a humanidade vai sim evoluir, mas não necessariamente para os mutantes. Uma ramificação na evolução humana chamada de “Homo Novissima“, que seriam os seres humanos aperfeiçoados tecnologicamente, pode ser o próximo passo da evolução humana..

Até o momento essa teoria estava reclusa apenas a uma possibilidade para o futuro, porém recentemente na quarta edição de Quarteto Fantástico/X-Men, crossover das duas equipes, o vilão Dr. Destino surgiu com uma teoria que pode corroborar com a existência dos Homo Novissima.

Victor von Doom, que é uma das 8 pessoas mais inteligentes da Terra, teve uma conversa sobre evolução com a Valeria Richards, que também figura no top8 de pessoas mais inteligentes do planeta. Transcrevemos o diálogo da dupla na íntegra abaixo:

Dr. DestinoDoom fará o que for necessário para garantir que a Latvéria esteja pronta para abraçar o próximo passo da evolução.

ValeriaVão aceitar os mutantes?

Dr. DestinoNão. A evolução é uma resposta ao ambiente. O senso comum ditaria que é a nossa inteligência que deve evoluir, não o nosso corpo físico.

Eu acredito que você e eu somos exemplos disso. Mas o ambiente não está desafiando a sociedade o suficiente agora para estimular esse crescimento, então a natureza … nos deu mutantes. Para galvanizar a raça humana. Para nos empurrar, para sermos mais inteligentes. Para evoluir. E Destino pretende fazer exatamente isso.

Valeria E eu acho que você precisa passar pelo “estágio da aceitação” no seu luto pela morte dos humanos … tchau Tio Doom.

Como podemos ver, Destino não acredita que os mutantes sejam o próximo passo evolutivo da espécie humana. Ele entende que são apenas uma muleta que auxiliará os humanos a evoluírem. E quem sabe essa sua teoria não acaba se conectando com os Homo Novissima?

Apesar disso, a história pode ser interpretada também como Destino sendo apenas um homem muito inteligente, mas arrogante e preconceituoso. Talvez até como um “boomer” como se popularizou nos Estados Unidos o adjetivo pejorativo para homens mais velhos e preconceituosos.

Isso fica evidenciado quando Valeria, que é tão ou mais esperta quanto o Destino, desdenha a sua teoria, ironiza na cara dele que ele apenas está em luto pelo fato dos mutantes sobrepujarem os humanos e finaliza a conversa de supetão, sem dar corda para o vilão (aquele velho papo de não alimente os trolls). Estaria a Valeria representando os jovens, mais libertos do histórico preconceito da humanidade e o Doom o clássico “boomer”?

X-Men/Quarteto Fantástico #4 contou com roteiro de Chip Zdarsky (Demolidor) e arte de Terry Dodson (X-Men).

Mas e você, caro leitor, o que achou disso tudo? O Destino tem razão, os mutantes não são o próximo passo evolutivo? Ou ele é apenas um preconceituoso? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D