Saiba como Jean Grey retornou à vida

No final de 2017 a Marvel divulgou que estaria trazendo de volta nas HQs a Jean Grey, uma das mutantes mais populares dos X-Men e que já estava cerca de 15 anos morta nos quadrinhos. Agora finalmente descobrimos como foi esse retorno.

O Renascimento da Fênix: O Retorno de Jean Grey foi uma mini escrita em 5 edições, lançada semanalmente, com roteiro de Matthew Rosenberg e a arte de diversos artistas, como Leinil Francis Yu, Ramon Rosanas, Joe Bennett e Carlos Pacheco.

Na história, acontecimentos misteriosos envolvendo personagens renascidos começaram a se manifestar em volta do globo. Os X-Men então se reuniram e dividiram-se em diversos esquadrões para investigar os acontecimentos.

Os mutantes todos reunidos para investigar a Fênix. Foto: Marvel Comics.

Não demorou muito para o Fera descobrir que a assinatura energética de todas essas situações envolvia a Fênix. E onde tem a ave cósmica, normalmente também tem Jean Grey.

Os heróis receberam a dica de que Jean estaria no Novo México, dezenas de mutantes foram juntos investigar e acabaram encontrando uma espécie de ovo gigante da Fênix. Dentro dele tinham vários mutantes renascidos e que enfrentaram os X-Men.

A Jean estava sendo “chocada” dentro do ovo da Fênix. Foto: Marvel Comics.

Foi aí que Hank McCoy conseguiu formular a sua teoria: a Fênix precisa se um hospedeiro e nos últimos anos ela tentou diversos personagens, como a Esperança, Quentin Quire, Rachel Grey, Emma Frost, Namor, Ciclope, Colossus e Magia por exemplo e nenhum deu certo.

O que a entidade fez? Trouxe de volta Jean Grey. Mas ela queria garantir que existisse uma enorme sintonia entre as duas partes, uma grande conexão. Por isso ficou “chocando” Jean nesse ovo, tendo uma nova vida, cercada por mutantes já falecidos.

Os X-Men descobriram tudo e interviram em defesa da colega. Na sequência, tivemos um embate entre Jean e Fênix. A ave contou o que poderiam fazer juntas, mostrou possibilidades, tentou persuadir. Mas Grey se manteve firme e não caiu em tentação.

Jean e a Fênix tiveram o seu momento de entendimento. Foto: Marvel Comics.

Foi o fim da Fênix, ela acabou sumindo sem uma hospedeira. E agora temos Jean Grey novamente viva e ansiosa para liderar sua própria equipe de X-Men.

Algo que vale a pena destacar é que a edição final dessa história tem uma pequena surpresa que certamente vai agradar aos fãs da personagem. Uma pequena interação entre dois personagens que certamente alimentou  esperança de muita gente.

O Retorno de Jean Grey não é uma história tão boa como poderia. Acredito que para trazer de volta uma heroína tão importante e que já estava morta já tem tanto tempo, seria necessário uma qualidade quase impossível de atingir. É muito hype envolvido.

Apesar disso, Rosenberg conseguiu transformar essas cinco edições quase que em um roteiro cinematográfico, com muitos mistérios e easter eggs. É uma diversão a parte do leitor ficar catando as referências em cada páginas.

Infelizmente a arte acabou sendo um ponto baixo, com diversos desenhistas, nenhum em seu auge, os desenhos pareceram apressados. Uma pena, Jean Grey merecia mais.

As aventuras de Jean Grey continuarão, a partir da semana que vem, dia 07 de fevereiro, em X-Men Red, equipe liderada pela heroína.

O Renascimento da Fênix: O Retorno de Jean Grey

7.9

Roteiro

8.0/10

Arte

7.0/10

Colorização

8.5/10

Conjunto

8.0/10

Confira também essas novidades