Os filmes do Homem-Aranha, Venom e Morbius podem estar conectados

A relação do Homem-Aranha com o MCU é bastante confusa. Nós já fizemos esse texto explicando em detalhes todo esse relacionamento. E ao que tudo indica, em 2021 veremos mais um significativo capítulo dessa história.

Em 2019, após os sucessos de Homem-Aranha no Aranhaverso, Venom e Homem-Aranha: Longe de Casa e uma frustrada renegociação de contrato com a Marvel Studios, a Sony estava decidida a remover o Homem-Aranha do MCU.

Ou seja, os próximos filmes do teioso não iriam mencionar os Vingadores ou qualquer propriedade intelectual pertencente a Marvel Studios (que no momento envolve todos os personagens da Marvel, exceto o Homem-Aranha, seus vilões e seus coadjuvantes).

Os fãs em peso reclamaram na internet e os executivos de ambos estúdios renegociaram os contratos e um terceiro filme do Homem-Aranha (ainda sem título) sairá do papel e dentro do MCU.

Ninguém sabe exatamente o que foi renegociado, mas a especulação mais forte é que a Sony produzirá os seus filmes de maneira independente do MCU (exceto o Aranha, este sim está sob o controle criativo da Marvel Studios).

Porém, ao mesmo tempo, seus filmes também estarão conectados com a produção do Homem-Aranha. MAS PERAÍ, COMO ASSIM?

Muito simples. Pegando como exemplo o final de Homem-Aranha: Longe de Casa, o herói teve a sua identidade secreta revelada e exposta para o mundo e o jornalista John Jonah Jameson o está acusando de ter matado o vilão Mystério.

No trailer do filme do Morbius, um anti-herói clássico das histórias do Aranha nas HQs, podemos ver em determinada cena um poster do Homem-Aranha com “ASSASSINO” pichado em cima. Poderia ser uma referência a acusação de que ele matou o Mystério? Afinal isso foi transmitido para os Estados Unidos inteiro no final do seu segundo filme.

Uma outra referência clara ao Homem-Aranha ocorre no final do trailer de Morbius, quando o ator Michael Keaton, que deu vida ao vilão Abutre em Homem-Aranha: De Volta Lar, surge com o mesmo uniforme da prisão que ele usa no filme do MCU.

Ou seja, os personagens que pertencem ao universo do Homem-Aranha (propriedade da Sony) poderiam estar reprisando seus papéis em filmes como Morbius e Venom, mesmo eles não pertencendo ao MCU.

O único cuidado que a Sony precisa ter nesse sentido é de não ser incoerente com o MCU. Pois o MCU muito provavelmente vai ignorar os filmes do Morbius e do Venom, eles não serão canônicos. Mas na perspectiva da Sony, os filmes do MCU serão relevantes.

Um exemplo prático disso: o Homem-Aranha não pode aparecer em Morbius e perder um braço, pois se no seu terceiro filme, lá no MCU, ele aparecer com os dois braços, será incoerente cronologicamente.

Os filmes da Sony, para não interferir no MCU, precisarão ter um escopo menor, nada de situações grandiosas. Algo no mesmo nível dos filmes Homem de Ferro 1, 2 e 3, Thor 1 e 2 e Capitão América 2, por exemplo.

Pois se a situação ficar muito perigosa, surge a pergunta: onde estão os Vingadores? E como eles não podem aparecer em um filme da Sony, essa situação precisa ser evitada.

Novas datas de lançamento

Outro fator que corrobora com a possibilidade de Morbius, Venom 2 e Homem-Aranha 3 estarem conectados são as suas datas de lançamento.

Morbius estrearia originalmente em julho de 2020 e foi adiado para março de 2021. Em maio, no MCU, teremos a estreia de Shang-Chi: A Lenda dos 10 Anéis. Mas em 25 de junho estreia Venom: Let There Be Carnage ou Venom: Que Haja Carnificina numa tradução livre.

Ou seja, serão dois filmes do universo do Cabeça de Teia sendo lançados em um período de tempo razoavelmente curto. Mas o mais interessante disso é que em 16 de julho, menos de um mês depois, já será lançado o terceiro filme do Homem-Aranha.

Numa situação normal se diria que essa é uma estratégia complicada, pois dois filmes estreando em um intervalo curto de tempo acabam se canibalizando, roubando audiência.

Porém se os filmes estiverem de fato conectados, a coisa se inverte e ambos se ajudarão mutuamente. O mesmo vale para o Morbius, que deverá estar saindo de cinema e poderá ganhar um gás final.

Em 2019 o filme da Capitã Marvel fez uma bilheteria bastante significativa nas suas últimas semanas em cartaz graças a estreia de Vingadores: Ultimato, que contava com a participação da heroína. Poderia a Sony tentando emular essa estratégia?

Então resumindo: ao que tudo indica, a Sony deverá estar apostando nessa estratégia de todos os três filmes estarem conectados, mas apenas o terceiro Homem-Aranha estando oficialmente no MCU.

Mas claro, isso é apenas uma suposição com base nas informações disponíveis no momento. Tudo ficará mais claro com o tempo, quando os trailers forem divulgados, as sinopses e os elencos.

Mas e você, caro leitor, o que acha dessa possibilidade da Sony estar produzindo filmes que respeitam o MCU, mesmo estando oficialmente fora dele? Acha uma decisão acertada? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D