Vingadores e X-Men unem forças para enfrentar a intolerância

X-Men Red é uma das gratas surpresas da Marvel neste ano. A revista escrita por Tom Taylor (Novíssima Wolverine) conseguiu captar a essência dos mutantes, ao mesmo tempo em que os inseriu em uma aventura fantasiosa e clássica dos quadrinhos. Na edição número 10, publicada hoje, tivemos também a participação dos X-Men.

As páginas de X-Men Red são mais do que aparentam. Já escrevemos um texto aqui no site apontando como a HQ utiliza como argumento o direcionamento da opinião pública nas redes sociais no desenvolvimento da trama. E ao longo das suas 10 edições já lançadas, diversos outros temas do gênero foram abordadas.

A grande vilã da revista é Cassandra Nova, que está decidida a perpetuar o ódio mutante na sociedade. Para isso, tem manipulado as pessoas na internet, controlado a mente da população e até implementado “sentinites“, uma espécie de vírus sentinela que desperta o ódio contra os mutantes.

Uma das últimas estratégias de Cassandra foi manipular digitalmente uma imagem de Jean Grey indagando frases supremacistas mutantes, declarando guerra contra os homo sapiens. A situação pode ser encarada como uma analogia à fake news, uma vez que trata-se de uma clara manipulação para gerar ônus aos envolvidos.

Mediante a todos os ataques da vilã, sobrou para Jean Grey e os seus X-Men irem confrontar a Nova. Mas como deter uma das maiores telepatas do mundo sem que os aliados sofram ataques mentais? A solução é tão simples que chega a ser inacreditável.

 

Tom Taylor mostrou que não é preciso inventar a roda para identificar argumentos e soluções eficientes. Para evitar o controle telepático, Jean Grey faz uso de dois clássicos personagens distintos da editora: Magneto e Homem de Ferro. O primeiro disponibiliza o clássico capacete imune a ataques telepáticos e o segundo com a produção em larga escala para montar um capacete para cada aliados que enfrentará Cassandra.

Porém, os X-Men não estão sozinhos. A população de Atlântida, bem como o Namor que é um membro atual dos X-Men, se unem aos mutantes. Os Vingadores, liderados pelo Capitão América, também se mostram solidários à causa mutante.

De muitas maneiras, a revista pode ser encarada como os Vingadores e X-Men unidos para combater o preconceito. Cassandra Nova incorpora a intolerância em pessoa, ao mesmo tempo em que os seus soldados, controlados mentalmente, podem ser vistos como a galera que é manipulada para apoiar aqueles líderes com discurso de ódio [via Whatsapp].

Qualquer semelhança com a nossa realidade política, é apenas uma mera coincidência.

X-Men Red #10, contou com roteiro de Tom Taylor (Novíssima Wolverine) e arte de Rogê Antônio (Grayson). O desfecho da trama será mostrado apenas no dia 12 de dezembro, quando será lançada a 11° e última edição da HQ.

Confira também essas novidades