O que há de errado com o gato da Capitã Marvel?

Um dos principais destaque do mais recente trailer da Capitã Marvel foi a cena em que Nick Fury aparece brincando com o gatinho de estimação da heroína. A cena chamou a atenção por mostrar o lado “meigo” do eterno Diretor da SHIELD e por sugerir que o gato talvez possa ser mais do que um simples felino.

Bom, as primeiras apostas que surgiram foram de que o gato poderia ser um skrull. A raça alienígena verde e transmorfa terá grande presença no filme e carregam essa atmosfera de paranoia onde nos faz pensar que QUALQUER UM pode ser um infiltrado. Até mesmo um gato.

Um dos principais indícios de que o gatinho Goose (seria o nome uma referência a Top Gun?) seria mais do que aparenta está nos brinquedos licenciados da Capitã Marvel já divulgados. Por qual motivo um gato precisaria de algemas e uma focinheira dessas?

A resposta pode vir diretamente dos quadrinhos. Nas HQs a Carol Danvers também já teve um animal de estimação, chamado de Chewie, e ele também aparentava ser apenas um gatinho, mas ele era na verdade um alienígena. No caso, uma raça de extraterrestres que aparenta ser idêntico a um gato terrestre, mas que é muito mais perigoso.

Denominados Flerken, essa raça alienígena além de possuir uma boca cheia de tentáculos e poder viajar entre as dimensões, também coloca centenas de ovos, se reproduzindo facilmente. Nos quadrinhos, a primeira pessoa que descobriu que Chewie não era um simples gato foi Rocket Raccon, que tentou matar o animal assim que o identificou. Mas a Capitã Marvel o adotou mesmo assim.

Mas então, como a Marvel Studios adaptará essa história para o cinema? Seria Goose um flerken ou um skrull? Qual o seu palpite? Deixe a sua opinião nos comentários. A resposta, infelizmente, só teremos lá no dia 7 março, quando o filme da Capitã Marvel estrear nos cinemas.

Confira também essas novidades