O que esperar dos Skrulls no MCU após o filme da Capitã Marvel?

Antes de começar esse texto, precisamos deixar claro que teremos muitos spoilers aqui sobre o filme da Capitã Marvel. São informações que realmente poderão estragar a sua experiência. Então leia esse texto apenas após assistir ao filme.

Novamente, reiteramos, o texto possui muitos spoilers.

Bom, se você chegou até aqui então você já assistiu ao filme ou quer spoiler, então bora lá.

O filme da Capitã Marvel tem gerado polêmica por representar os skrulls de uma forma bem diferente do que os fãs estão acostumados nos quadrinhos. Nas HQs, os Krees são uma raça extremamente racional e militarizada, bem semelhante ao filme, já os Skrulls são, na falta de uma palavra melhor, traiçoeiros. E ambos impérios, Kree e Skrull, estão constantemente em guerra.

Os Skrulls nas HQs de fato usam o seu dom natural de mudar de forma para se infiltrar em planetas para dominá-los. E isso, em um primeiro momento, foi abordado no filme da Capitã.

Porém, na metade do longo há uma reviravolta que coloca os alienígenas verdes como vítimas da história. Somos apresentados a uma facção liderada por Talos que não está em guerra com os Krees, pelo contrário, eles desejam apenas viver em paz com as suas famílias.

Isso gerou um enorme plot twist no filme, afinal quem entendíamos ser os vilões na verdade eram as vítimas. Também é possível fazer um paralelo com a situação dos refugiados que vivemos no mundo real. Pessoas que estão buscando exílio em outros planetas.

Mas enfim, não é essa a discussão desse texto. O que eu quero ressaltar aqui é que o grupo de Talos era APENAS UMA FACÇÃO. São apenas um grupo de 20/30 skrulls e não representam o Império Skrull de fato.

No filme, inclusive, esse pequeno grupo de verdinhos eram aliados de Mar-Vell, uma Kree. Ou seja, este era um grupo que estava tentando evitar a Guerra Kree-Skrull.

O que eu quero dizer com tudo isso? Os skrulls traiçoeiros dos quadrinhos existem. Eles estão por aí, espalhados pelo universo. Inclusive podem estar na Terra, infiltrados, sabe-se lá desde quando.

O filme não mostra que os Skrulls são bonzinhos e os Krees os malvadões. Numa guerra não há inocentes. Somos apenas apresentados a uma facção de Skrulls e Krees que buscam a paz.

Nos quadrinhos existe a Rainha Veranke, uma líder Skrull que organiza uma invasão secreta na Terra, substituindo pessoas comuns, líderes políticos e até super-heróis. Tudo isso ainda pode existir no MCU. Você só precisa entender que Talos não representa a totalidade dos Skrulls, apenas uma facção de 20/30 membros.

Inclusive, a Guerra Kree-Skrull nem ao menos foi retratada no filme em sua plenitude. Acompanhamos apenas uma pequena parte de um confronto que já perdura por décadas, quiça séculos. E como vimos ao final do filme, seguiu adiante com o auxílio da Capitã Marvel.

Outro ponto a se destacar é que Talos nos quadrinhos é encarado pelo povo Skrull com vergonha, por um dia ter sido capturado pelos Krees e não ter tido coragem de cometer suicídio. Em uma adaptação para o MCU, o personagem pode se tornar uma vergonha para o seu povo por optar pela paz ao invés da guerra.

Todas as teorias de que os Skrulls poderiam dar dor de cabeça para os heróis no futuro, continuam valendo. Seja com uma invasão secreta, antagonizando com o Quarteto Fantástico e introduzindo o Super-Skrull ou como quiserem.

Enfim, as possibilidades são quase infinitas. Mas que história com os skrulls você gostaria que a Marvel adaptasse no futuro do MCU? Deixe a sua opinião nos comentários.

Capitã Marvel possui no elenco Brie Larson (Capitã Marvel), Samuel L. Jackson (Nick Fury), Lashana Lynch (Maria Rambeau), Jude Law (Yon-Rog), Ben Mendelsohn (Talos), Clark Gregg (Agente Coulson), Lee Pace (Ronan) e Djimon Hounsou (Korath).

Capitã Marvel já está em exibição nos cinemas brasileiros.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D