Novamente um Homem-Aranha realiza um Pacto com Mefisto nas HQs

Os Homens-Aranha e o Mefisto, um relacionamento com uma longa e tempestuosa história. E as coisas acabam de ficar ainda mais complexas, acredite se quiser.

Até o momento os Homens-Aranha já fizeram três Pactos com o Mefisto. Mas antes de prosseguir é preciso destacar que esse texto contém spoilers de HQs que não foram publicadas ainda no Brasil, então leia por sua conta em risco.

O primeiro e mais polêmico Pacto de todos ocorreu em 2008, nas páginas de O Espetacular Homem-Aranha.

Peter Parker vivia um dos momentos mais sombrios da sua vida, com a sua identidade secreta se tornando pública, ele virando um fugitivo do governo e a Tia May em um estado crítico de saúde após ser baleada por um atirador de elite contratado pelo Rei do Crime.

Sendo assim, o Homem-Aranha fez um Pacto com o Mefisto pedindo para que a sua tia fosse salva e que a sua identidade voltasse a ser um segredo, em troca ele e Mary Jane sacrificaram o amor deles. Para compreender melhor essa história, em detalhes e com informações de bastidores, leia esse nosso texto especial sobre o assunto.

O segundo pacto ocorreu ainda esse ano e envolveu o jovem Miles Morales na revista dos Campeões. Durante uma missão dos Campeões as heroínas Miss Marvel e Viv acabaram morrendo.

De imediato Mefisto surgiu para barganhar com Miles. O vilão prometeu trazer as garotas de volta e não pediu nada em troca. Garantiu que não haveria nenhum contrato de sangue, juramento, Pacto pela alma ou algo do tipo. Era só o Aranha pedir que ele as traria de volta.

Após muito resistir, mas desesperado pois suas amigas haviam morrido, Miles aceita. Então os personagens voltam no tempo revivem a trágica missão, onde o Miles consegue agir para salvar as suas amigas, evitando o pior.

Ao final da história descobrimos que ao salvar a Miss Marvel, Miles Morales acabou deixando de salvar outras pessoas inocentes que morreram no seu lugar. O objetivo de Mefisto com isso foi corromper a alma de Miles, para que um dia ela se torne sua mesmo sem pacto nenhum.

Já o terceiro e último Pacto de um Homem-Aranha com Mefisto ocorreu na semana passada nos Estados Unidos, nas páginas de Superior Homem-Aranha #11.

Lá no final de 2012 o vilão Doutor Octopus, pouco antes de morrer devido uma doença degenerativa, colocou a sua psique no corpo de Peter Parker e passou a atuar como o Superior Homem-Aranha.

Dessa forma as lembranças e experiências do vilão se mesclaram com as do herói e aos poucos ele foi desenvolvendo a sua própria noção de responsabilidade. Mas invariavelmente Peter Parker retomou o controle do seu corpo e a psique de Otto ficou reclusa em aparatos tecnológicos.

Durante a saga Conspiração do Clone, Otto Octavius conseguiu adicionar a sua psique no corpo de um clone perfeito do Homem-Aranha. E desde a saga Aranha-Gedom tem atuado como o Superior Homem-Aranha, lá em São Francisco.

Se esforçando para fazer o certo, o ex-vilão tem criado laços, salvado vidas e se mostrado uma relevante contribuição para a cidade. Otto começou a desenvolver, inclusive, aquilo que sempre lhe faltou: empatia.

Mas as coisas começam a ficar complicadas quando um vilão da saga Aranha-Gedom surge para infernizar a sua vida. O Homem-Aranha da Terra-44145 é uma versão distorcida de Norman Osborn e ele está decidido a acabar com o Homem-Aranha de Otto Octavius.

Norman para acabar de vez com Otto, o atinge justamente no seu elo mais frágil nesse momento: a empatia. Ao sequestrar uma jovem criança com a qual o Superior Homem-Aranha havia feito amizade, Norman coloca o herói em um dilema: para salvar a criança ele precisará matar três pessoas inocentes em público.

Otto Octavius, que ao longo dos últimos anos se arrependeu dos erros do passado e buscou redenção, se viu desesperado e sem saída. Ele realmente está se importando com as pessoas e está decidido a não aceitar que nenhuma vida seja perdida.

É então que ele decide invocar o Mefisto para realizar um Pacto. Foi a única saída que ele encontrou para que nenhuma vida inocente fosse perdida.

O que Otto deseja é voltar a ser, apenas por um dia, o homem que ele foi no passado. Ele acredita que aquela sua versão, apesar de todos os problemas, seria capaz de derrotar o inimigo.

Mas em contrapartida Mefisto oferece algo diferente. E se ao invés de voltar apenas por um dia, ele voltar em definitivo, mas livre de qualquer problema de saúde ou psicológico que ele acredite que possa ser e que o levou para o caminho da criminalidade. E isso incluiria retornar sem a sua doença degenerativa, mas também sem as lembranças e influências de Peter Parker que lhe impulsionaram a ser um herói.

Se por um lado Mefisto faz o papel do diabo no ombro de Otto, sua amada Anna Maria Marconi representa o anjo, sempre o aconselhando a recusar o Pacto.

A história termina com o Mefisto questionando se ele vai aceitar a barganha e na sequência temos um página onde podemos ver Otto Octavius na sua forma de Doutor Octopus.

Ele aceitou as condições de Mefisto? Houve alguma negociação extra que os leitores desconhecem? Caso Otto tenha aceitado o Pacto nas condições de Mefisto, significa que no desespero ele aceitou sacrificar tudo o que conquistou como herói para salvar vidas inocentes. Altruísta, no final das contas, não?

Superior Homem-Aranha #11 possui roteiro de Cristos Gage (Aranha-Gedom) e arte de Mike Hawthorne (Deadpool).

Lembrando ainda que a próxima edição, Superior Homem-Aranha #12, será a última da HQ. Então, independente do que ocorrer com Otto Octavius, será algo bastante importante para o personagem.

Mas e você, caro leitor, o que achou de tudo isso disso? Tem gostado da jornada de redenção do eterno Doutor Octopus? Ou prefere ele como um vilão? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D