Justiça americana aprova a compra da Fox pela Disney

No final de 2017 surgiu a bombástica informação de que a Disney estava comprando o grande conglomerado da Fox. A negociação, na cifra das dezenas de bilhões, é uma das mais importantes da cultura pop na história recente. Agora, a Justiça americana finalmente deu sinal verde para a compra.

O detalhe muito importante que estava emperrando a conclusão das negociações era a lei anti-truste dos Estados Unidos. A norma impede que empresas tenham monopólio sobre algum mercado, a ideia é preservar a concorrência e o consumidor. Então, assim que as negociações foram encerradas pela Disney e Fox, coube à Justiça americana analisar a compra.

Durante essa análise, a Comcast tentou se intrometer no negócio e pagar mais do que a Casa do Mickey, porém a Disney aumentou ainda mais a sua oferta e acabou finalizando o negócio. Hoje, no entanto, surgiu a informação de que a Justiça aprovou a compra, mas com uma ressalva.

O único detalhe pendente foi que a Disney precisará vender 22 redes esportivas de TV regionais da Fox, pois já é detentora da concorrente ESPN. Obedecendo essa recomendação, não haverá monopólio.

Ao que tudo indica, as negociações agora estão encaminhadas e tudo deverá ser finalizado e oficializado em breve. Esperava-se que a análise da Justiça demorasse mais, talvez até meados do ano que vem, mas o processo foi mais rápido do que o esperado.

Com a compra da Fox, a Disney será a detentora de programas de TV como Os Simpsons e Modern Family e também da franquia Avatar, de James Cameron. Os direitos cinematográficos de personagens da Marvel que estavam com a Fox, como X-Men e Quarteto Fantástico, também passam a pertencer à Disney e por tabela a estar sob os cuidados de Kevin Feige, Presidente da Marvel Studios.

O catálogo de produções e programas da Fox é gigante e todas essas produções agora pertencem à Disney, que pretende em 2019 lançar a sua própria plataforma streaming, uma concorrente da Netflix. Como os seus produtos serão encontrados apenas no seu próprio serviço, a Disney chegará forte para essa competição.

Como a aprovação da Justiça é bastante recente, nenhuma das partes envolvidas comentou a respeito, não se sabe quanto tempo será necessário para a compra estar concluída e Feige poder controlar o Quarteto Fantástico e X-Men. Da mesma maneira, os filmes e séries já em desenvolvimento na Fox devem continuar as suas produções, pelo menos por enquanto.

Confira também essas novidades

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn