Fresh Start no Brasil: o que ler e o que deixar passar?

No mês de março começou a chegar no Brasil a iniciativa Fresh Start da Marvel Comics. Para entender exatamente do que se trata esse novo momento da editora, recomendamos esse texto com tudo o que você precisa saber sobre Fresh Start.

Pois bem, este texto não pretende fazer nenhum juízo de qualidade sobre as obras. Não pretendemos dizer o que você deve ou não ler devido a qualidade do material, o nosso objetivo é lhe explicar a proposta de cada revista, permitindo que você decida o que ler e o que deixar passar.

Os materiais do Fresh Start já anunciados no Brasil:

Mensais: Deadpool, Homem de Ferro, Vingadores, Homem-Aranha, Capitão América e Venom.

Encadernados: X-Men: Equipe Vermelha, O Imortal Hulk, Thor, Motoqueiro Fantasma Cósmico, Justiceiro, Campeões e Quarteto Fantástico.

O que ler e o que deixar passar?

Homem de Ferro / Deadpool

As revistas mensais individuais do Homem de Ferro e Deadpool são leituras mais limitadas nas próprias HQs, isso é, são leituras que não exigem nenhum conhecimento prévio e nem vão ser relevantes para o futuro da editora.

São HQs recomendadas para os fãs que gostam e admiram Wade Wilson e Tony Stark, respectivamente. Homem de Ferro tem roteiro de Dan Slott (Homem-Aranha) e Deadpool de Skottie Young (Rocket).

Homem-Aranha

A mensal do Homem-Aranha é fortemente indicada para quem não é familiarizado com o universo dos quadrinhos e a sua extensa cronologia. A revista não exige conhecimentos prévios e introduz muito bem novos leitores.

Da mesma forma, também cativa os leitores de longa data, principalmente aqueles que estavam incomodados com a revista anterior, escrita por Dan Slott. É um bom momento para retomar a leitura do cabeça de teia, agora com os roteiros de Nick Spencer (Capitão América).

Os Vingadores

Vingadores, agora sob a batuta de Jason Aaron (Thor) promete recolocar o grupo no centro do Universo Marvel. Com uma equipe bastante diversa, o grupo será relevante nas principais histórias da Marvel que estão por vir.

Se você ficou decepcionado com os Vingadores da Totalmente Nova e Diferente Marvel, uma versão mais tradicional da equipe, com Capitão América, Thor, Homem de Ferro, Capitã Marvel, Pantera Negra e outros heróis poderá te agradar.

Porém vale um adendo, as primeiras edições são as mais fracas da HQ, a qualidade a partir de então vai aumentando gradualmente.

Venom

O Venom protagoniza uma das HQs mais elogiadas da Marvel atualmente. O escritor Donny Cates (Thanos) está criando uma mitologia própria para o simbionte, desvincilhando a sua história do Homem-Aranha.

Além de ser uma revista que deve estar na coleção de todo fã do Venom, essa HQ também terá impactos relevantes no futuro do Universo Marvel. Recomendamos que você acompanhe essa história.

O adendo relevante aqui é que essa não é uma história do Venom para toda a família. Tem muita ação e violência presentes no título.

Capitão América

A nova publicação do Capitão América é, de certa forma, uma continuação moral da saga Império Secreto. Se você gostou daquela saga e desejava ver mais consequências dela na vida do Sentinela da Liberdade, então essa revista foi feita para você.

Os roteiros são de Ta-Nehisi Coates (Pantera Negra), que têm um ritmo bastante lento, então é uma leitura que também exigirá paciência.

Novamente temos aqui uma revista que não é a mais recomendada para a criançada. Adolescentes e adultos vão curtir mais a publicação. A temática mais política pode soar chata para as crianças.

X-Men: Equipe Vermelha

X-Men: Equipe Vermelha é uma das histórias mutantes mais aclamadas pelos fãs nos últimos anos. Uma revista com apenas 12 capítulos, que aqui no Brasil será compilada em dois encadernados.

O roteirista Tom Taylor (Novíssima Wolverine) utiliza os X-Men para desenvolver analogias e comparações com o cenário político norte-americano (e global). Esse é um material com muita discussão social, algo inerente na história dos mutantes.

Aqui nessa HQ, apesar de temas políticos serem abordados e os adultos certamente tirarem um proveito maior da história, ela é igualmente interesse pra gurizada por passar uma importante mensagem de empatia.

O Imortal Hulk

O Imortal Hulk é, talvez, a maior grata surpresa de Fresh Start. O escritor Al Ewing (Supremos) escreve o Hulk como um grande filme de terror. A arte do brasileiro Joe Bennett (Supremos) torna tudo ainda mais intenso e assustador.

É uma grande homenagem a história como um todo do Gigante Esmeralda, que referencia diversos filmes de terror. Após cerca de 10 anos, é a primeira vez que o personagem tem uma revista boa para chamar de sua.

Outro título que não recomendamos para o público mais jovem. Dessa vez é pela quantidade de cenas visualmente fortes, com muita violência explícita, mortes e elementos gore como um todo.

Thor

A nova HQ do Thor é o mais recente capítulo do escritor Jason Aaron (Vingadores) para o personagem. Ele está escrevendo a revista de forma ininterrupta desde 2012 e essa é a parte final do seu run.

Ou seja, se você acompanhou toda a jornada, seja com o Thor: O Deus do Trovão ou a Poderosa Thor, você precisa continuar lendo essa revista. Vale destacar também que essa revista será importante para a saga Guerra dos Reinos, que chegará no Brasil provavelmente no final deste ano ou no início do próximo.

Mas se você não acompanha a revista do personagem desde 2012, quando o Jason Aaron começou a comandar as aventuras do deus nórdico, talvez começar a leitura por esse encadernado não seja o ideal. Seria como começar a leitura de um livro já pelos seus capítulos finais.

Motoqueiro Fantasma Cósmico

O Motoqueiro Fantasma Cósmico é um personagem que surgiu o terceiro encadernado do Thanos, que acabou de ser publicado aqui no Brasil. A sua própria aventura solo não exige, necessariamente, a leitura de Thanos. O roteiro tanto de Thanos quanto do Motoqueiro fica a cargo de Donny Cates (Venom).

É uma história autocontida e bastante massaveia. Ideal para quem busca algo descompromissado e divertido para se ler. O personagem também aparecerá mais vezes no futuro, então eu recomendaria a leitura.

Os Campeões

O encadernado dos Campeões é uma continuação das histórias que estava sendo lançadas pela Panini em formato mensal. Porém essa é uma nova fase, com uma nova equipe criativa. Os roteiros agora são de Jim Zub (Homem de Ferro) e a arte de diferentes desenhistas.

Não há a necessidade de ler o material anterior para compreender o título. As aventuras da equipe são ideais para um público mais jovem, abordando uma série de assuntos socialmente relevantes, como o meio ambiente por exemplo.

O Justiceiro

A nova fase do Justiceiro mantém o mesmo escritor que comandava as suas histórias na fase Marvel Legado: Matthew Rosenberg (Homem-Múltiplo), agora com a arte de Szymon Kudranski (Action Comics). A revista é publicada no formato encadernado.

A história repercute bastante as consequência da saga Império Secreto para Frank Castle, com ele entrando em rola de colisão com o fascismo, incorporado nas figuras do Barão Zemo e o Mandarim.

Eu sei que é bastante óbvio, mas é importante reforçar. Essa HQ é recheada de cenas extremamente violentas, além de a todo momento armas de fogo serem usadas para assassinatos. Então não é uma leitura para crianças.

Quarteto Fantástico

A família fundamental da Marvel está de volta. Após alguns anos no limbo editorial, o Quarteto Fantástico voltou e em grande estilo. Agora sob o roteiro de Dan Slott (Surfista Prateado) e arte de Sara Pichelli (Homem-Aranha).

O material está saindo no formato encadernado e é uma leitura recomendada tanto para os fãs do personagem que estavam há anos esperando o seu retorno, quanto para quem não tem familiaridade com o personagens e os estão conhecendo apenas agora.

É uma revista bastante didática no sentido de reintroduzir os personagens, com novos elementos, mas ao mesmo tempo apresentando os conceitos clássicos para os leitores novos.

Essas são todas as revistas da fase Fresh Start que já foram anunciadas no Brasil até o momento. O texto será atualizado conforme mais novidades forem sendo anunciadas.

Espero que o texto seja útil e dê um norte, mostrando o que melhor se encaixa com os seus gostos de leitura. Uma das grandes qualidades dessa fase editorial é ter revistas para todos os tipos de público.

Mas e você, caro leitor, já leu alguma revista do Fresh Start? O que você está achando? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D