Entenda o que as cenas pós-créditos de Homem-Aranha: Longe de Casa representam para o futuro do MCU

O segundo filme do Homem-Aranha no MCU já estreou e está se mostrado um sucesso comercial e de críticas. Mas a proposta desse texto é discutir as duas cenas pós-créditos.

Logo, já avisamos agora que esse textos contará com spoilers. Então se você ainda não assistiu ao filme, recomendamos que volte aqui para terminar a leitura apenas após conferir Homem-Aranha: Longe de Casa.

Bom, nós avisamos.

A primeira cena pós-crédito

Pois bem, o filme possui duas cenas pós-créditos. E elas representam coisas diferentes. A primeira cena diz muito sobre o futuro da própria franquia do Homem-Aranha.

Trata-se de um trecho onde o herói está se balançando por Nova Iorque quando, naquelas telas gigantes que estão espalhadas por lugares como a Times Square, surge um boletim de notícias urgente.

Podemos acompanhar então a estreia de John Jonah Jameson no MCU. O editor do site Clarim Diário aparece revelando que o Homem-Aranha matou o Mystério, que ele é um vilão e o mais bombástico, revela que a identidade secreta do herói é Peter Parker e ainda expõe a sua foto no telão.

O primeiro comentário a se fazer aqui é: John Jonah Jameson debutou finalmente no MCU e isso é muito importante (vamos deixar o spoiler do ator mantido em segredo). Afinal, o jornalista é famoso por trabalhar com sensacionalismo e notícias falsas. E convenhamos, estamos precisando de uma conscientização sobre isso atualmente, não?

A própria revelação de que o Homem-Aranha é um vilão e que matou o Mystério já é uma fake news criada pelos comparsas do Mystério usando a tecnologia de ilusão/realidade aumentada.

Duas histórias dos quadrinhos podem vir a ser adaptadas no futuro do MCU a partir dessa cena pós-crédito:

John Jonah Jameson vs Vingadores

Já acompanhamos nos filmes anteriores, nos quadrinhos, animações e jogos de video game que Jameson possui problemas pessoais com o Homem-Aranha. Mas e se isso acabar atingindo os Vingadores e a imagem pública da equipe?

Em 2005 a Marvel lançou a revista Novos Vingadores, após o arco Vingadores: A Queda, que contou com as mortes do Homem-Formiga, Visão e Gavião-Arqueiro. A equipe foi reformulada, agora contando com a seguinte formação: Homem de Ferro, Capitão América, Luke Cage, Wolverine, Homem-Aranha, Mulher-Aranha, Sentinela e Miss Marvel.

Algo semelhante deverá estar acontecendo com a equipe agora nos cinemas. Com o Capitão América, fora de ação, o Thor no espaço e a Viúva-Negra, Homem de Ferro e Visão mortos, a equipe será radicalmente alterada.

O Homem-Aranha finalmente deverá integrar o grupo como um membro fixo. E isso pode remeter aos acontecimentos de Novos Vingadores #15, publicada em 2006 nos Estados Unidos.

Na ocasião, a equipe foi se apresentar publicamente para a imprensa e para isso convidaram John Jonah Jameson para uma entrevista exclusiva. Steve Rogers e Tony Stark elogiaram muito o Homem-Aranha e ficou acordado que o jornalista pararia de pegar no pé do Amigão da Vizinhança.

No outro dia, quando o jornal foi publicado, Jameson descascou a equipe, apresentando para os seus leitores as piores perspectivas possíveis sobre os Vingadores. Destacando históricos criminosos antigos de alguns membros.

Isso tudo culminou, a longo prazo, com uma deterioração da opinião pública dos Vingadores perante a população. Tudo devido a birra de Jonah com o Homem-Aranha, que recém havia entrado para a equipe.

Identidade secreta revelada

Outro pilar fundamental na história do Homem-Aranha, em qualquer mídia, é a sua identidade secreta. E nesse filme a “vaca foi para o brejo“.

Jameson revelou a sua identidade ao vivo e na internet para todos os americanos verem. Ainda expôs uma foto de Peter Parker para que ninguém ficasse com dúvidas.

Não há, na continuidade principal de HQs da Marvel, uma história deste tipo, onde o Jameson revelou a identidade do herói. No Universo Ultimate, linha cronológica alternativa, o jornalista chegou a ter conhecimento da identidade, mas não a publicou após uma crise de consciência.

Mas o plot em si, da identidade revelada, se assemelha muito com o que aconteceu na saga Guerra Civil dos quadrinhos, quando o herói apoia o lado Pró-Registro de Tony Stark e acaba servindo de garoto propaganda, revelando a sua identidade secreta ao vivo na TV.

As consequências dessa decisão são gigantescas para a sua vida. A principal é aquilo que todos já imaginamos: os vilões agora sabem quem são as pessoas que ele ama e as usarão para lhe atingir.

Nos quadrinhos, a consequência mais grave dessa decisão foi o Rei do Crime mandar matar a Mary Jane e acabar matando acidentalmente a Tia May, tirando do Peter uma das pessoas mais importantes na sua vida.

Mas será que nos cinemas teremos um arco tão dramático assim? O Rei do Crime, por ter aparecido na série de TV do Demolidor da Netflix, não deve reprisar o seu papel no MCU (salvo se algo surpreendente acontecer nos próximos meses e anos nos bastidores).

Mas quem sabe os vilões acabem caçando a MJ, recém namorada de Peter. Isso sim é algo bastante provável.

A segunda cena pós-crédito

Mas se a primeira cena pós-crédito de Homem-Aranha: Longe de Casa foi importante para o núcleo do Homem-Aranha, a segunda possui uma escala muito maior e dá uma importante dica sobre o futuro do MCU.

Na cena em questão, descobrimos que Nick Fury e a Maria Hill que aparecem no filme são skrulls, mais precisamente o Talos e a sua esposa (os skrulls que apareceram no filme da Capitã Marvel).

Eles estão na Terra a mando do próprio Fury, o original, que está em uma instalação GIGANTESCA e recheada de skrulls (e possivelmente outros alienígenas), lá no espaço.

SWORD

Para quem acompanha os quadrinhos, isso remeteu imediatamente a SWORD, uma organização, semelhante a SHIELD, mas com atuação em nível espacial. Inclusive há uma brincadeira na sigla das organizações, pois uma é SHIELD (ESCUDO) e a outra é SWORD (ESPADA).

A organização estreou nas HQs em 2004, nas páginas de Surpreendentes X-Men #6. E o mais irônico é que o escritor dessa HQ e co-criador da organização é Joss Whedon, o diretor dos dois primeiros filmes dos Vingadores.

A gigantesca nave/QG da SWORD. Foto: Marvel Comics.

Nos quadrinhos a SWORD era originalmente comandada por Abigail Brand, mas isso já mudou bastante nos últimos anos, inclusive com a Capitã Marvel e a Tropa Alfa ganhando destaque nas histórias envolvendo a organização.

Nos quadrinhos a SWORD não se trata de uma organização que tem como objetivo exclusivo de proteger a Terra, mas de manter a paz no cosmo de uma maneira geral.

Invasão Secreta

Agora que sabemos que os skrulls existem aos montes e que inclusive estão pela Terra e a gente não fazia a mínima ideia disso, a saga Invasão Secreta volta com força a ser uma possibilidade para o futuro do MCU.

Na saga dos quadrinhos, o império Skrull descobre como copiar os seres humanos em nível molecular, se tornando imunes a identificação através de cheiro e outros métodos. Inclusive, as memórias podem ser adquiridas também, permitindo copiar inclusive a personalidade.

Eles passam então a se infiltrar no Planeta Terra, em posições estratégias e manipulam os eventos do mundo. Eles substituem desde heróis até políticos.

Porém, tudo o que sabemos dos skrulls no MCU até o momento aponta que eles são uma raça pacífica. Mas aí existem duas possibilidades:

Primeira: os skrulls que conhecemos são uma pequena facção e não representam o todo. Ou então o inverso, quem sabe os alienígenas responsáveis pela invasão secreta sejam uma pequena facção.

Segunda: tudo o que conhecemos sobre os skrulls é uma grande mentira. Vamos combinar, seria fantástico um plot twist desses, não? É bem coisa de skrulls se esconder bem a vista da humanidade para então puxar o tapete após nos afeiçoarmos aos personagens.

Ou então, claro, não teremos a Invasão Secreta no MCU. Mas particularmente acho o plot ótimo demais para Kevin Feige, o Presidente da Marvel Studios, não o utilizar.

EXTRA:

Durante a primeira cena pós-crédito, em um momento em que o Homem-Aranha tira uma selfie, podemos ver a Torre STark sendo reformada. Porém o destaque está nos cartazes que estão na rua e na frase presente nos banners.

Há uma contagem regressiva de quatro números e o aviso de que algo grandioso está chegando. Mas o mais bombástico é a revelação de que o prédio está alocado na Rua 42, a mesma localização do Edifício Baxter, o lendário QG do Quarteto Fantástico.

É isso aí, meus queridos, o Quarteto está chegando no MCU e estarão ocupando as antigas instalações do Homem de Ferro. Isso deve balançar bastante as coisas, não?

Mas e você, caro leitor, o que achou das cenas pós-créditos de Homem-Aranha: Longe de Casa? E o filme como um todo, curtiu? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D