Doutor Octopus: o Inimigo Superior do Homem-Aranha

Quando se pergunta “Qual é o maior vilão do Homem-Aranha?”, muito provavelmente a resposta mais frequente dos fãs e autores do herói será Norman Osborn, o Duende Verde. Após se tornar responsável pela morte de Gwen Stacy e, posteriormente, forjar sua própria morte, manipulando a aposentadoria do Aranha na infame Saga do Clone, Osborn tornou-se simbolicamente o maior terror na vida de Peter Parker. Essa posição se mantém até os dias de hoje, se considerarmos a cautela e raiva que Peter tem do pai de seu melhor amigo.
No entanto, nestes últimos dez anos, enquanto Osborn se afastou, tornando-se relevante em outros nichos da editora, um vilão em especial tomou grande posição de destaque na galeria de inimigos do Aranha: um vilão SUPERIOR. Este texto revisa o percurso de Otto Octavius, o Doutor Octopus, para se tornar o inimigo superior do Homem-Aranha.

A queda do Doutor Octopus

Página de O Espetacular Homem-Aranha #600
Página de O Espetacular Homem-Aranha #600. Foto: Divlugação

Desde o fim dos anos 1990, após sua morte e ressurreição durante a Saga do Clone, o Doutor Octopus se encontrou negligenciado por anos, sendo utilizado em arcos pequenos como vilão menor ou aliado a gangues de vilões classe B. Nem mesmo o filme que o protagonizou como vilão em 2004 foi capaz de trazê-lo aos gibis com um enredo forte de desenvolvimento. Tudo isso, no entanto, mudou em O Espetacular Homem-Aranha #600 (2009), por Dan Slott e John Romita Jr.
A edição comemorativa celebrava o casamento da Tia May com o pai de J. Jonah Jameson. A ameaça da história era um Octopus que busca por vingança. Após anos de ataques de super-humanos contra seu corpo nada super-humano, Octopus sofria com as consequências de tanto estresse físico. Vítima de um quadro degenerativo, o vilão se encontrava preso em seu próprio corpo. Seu plano consistia em controlar a cidade por meio de um batalhão de minirrobôs-polvo. Obviamente, Octopus foi derrotado pelo Aranha, jurando vingança ao final do acontecimento. Essa edição é importante pois postulou elementos cruciais para a cronologia do vilão até os dias de hoje. A noção de “intelecto superior”, a mudança de identidade visual do vilão e os recursos dos minirrobôs persistiram por anos.

O Sexteto Superior

O Espetacular Homem-Aranha #682
Capa de O Espetacular Homem-Aranha #682. Foto: Divulgação

Quase cinquenta edições depois da 600ª, a história do Doutor Octopus vai adiante na primeira edição da nova fase “De Bem com a Vida” em O Espetacular Homem-Aranha #648 (2011) por Dan Slott e Humberto Ramos após um arco sobre o novo filho de Norman Osborn. Neste momento, o título do Aranha, que vinha sendo escrito por vários escritores há quase 100 edições, passa a ter Slott como único roteirista. Na edição, Octopus expõe seus planos de destruir o Homem-Aranha e reformula o Sexteto Sinistro em uma de suas versões mais perigosas. O papel de líder do Sexteto Sinistro se mantém por certo tempo para Otto, sendo o time recorrente na revista do Aranha e em outras. Os planos de Octopus sempre eram indicados de alguma forma nas revistas do Aranha.
A trama do Sexteto se encerra no arco “Confins da Terra”, O Espetacular Homem-Aranha #682-687 (2012) por Slott e Stefano Caselli. Nessa história, Octopus e o Sexteto Sinistro ameaçam destruir o mundo em um jogo político. Nem com a ajuda dos Vingadores, o Homem-Aranha foi capaz de enfrentar a maior ameaça dos últimos tempos. Sabre de Prata, Viúva Negra e… Mistério são os que ajudam o Aranha a derrotar Octopus, que é hospitalizado e preso de vez… ou assim acreditou o Homem-Aranha.

Homem-Aranha Superior

O Espetacular Homem-Aranha #698
Capa de O Espetacular Homem-Aranha #698. Foto: Divulgação

Em “Último Adeus”, O Espetacular Homem-Aranha #698 (2013), por Slott e Richard Elson, vemos o Doctor Octopus em seu leito de morte chamando pelo nome de Peter Parker. O mistério sobre como Octopus sabe a identidade secreta do Homem-Aranha é levado por toda a edição. Os Vingadores convidam o Aranha a visitar seu inimigo. Lá, o leitor descobre que, no final da edição anterior, Octopus foi capaz de transferir sua mente para o corpo do Aranha por meio de um de seus minirrobôs, retendo suas memórias, enquanto Peter Parker ficou preso no corpo moribundo de Otto Octavius.
Em O Espetacular Homem-Aranha #700 (2013), por Slott e Ramos, Peter Parker morre no corpo de Octopus, mas suas memórias, experienciadas pela mente de Octopus, fazem o vilão decidir levar o legado do Aranha adiante. No entanto, a motivação de Octavius é ser um Aranha melhor, um Aranha superior. Homem-Aranha Superior é uma série em 31 edições por Dan Slott que protagoniza Otto Octavius agindo como o Homem-Aranha em segredo de todos. Ao mesmo tempo em que há uma grande caracterização de Octopus rumo ao heroísmo, sendo bem preparado e eficiente, o Homem-Aranha Superior é violento e tem dificuldades de se adaptar às relações humanas de Peter Parker. A série toda é altamente recomendável à leitura.

Homem-Aranha Superior #30
Capa de Homem-Aranha Superior #30. Foto: Divulgação

No final do arco “Nação Duende”, em Homem-Aranha Superior #30 (2014), por Dan Slott e Giuseppe Camuncoli, Otto apaga suas ondas cerebrais do corpo de Peter, devolvendo o controle ao verdadeiro Aranha. O motivo foi ninguém menos que Norman Osborn. Osborn, desde o começo da série, havia sido capaz de manipular as ações do Aranha Superior e tomou controle de Nova Iorque no decorrer dos meses. Incapaz de derrotar o Duende Verde, Octopus depende de Parker para salvar seus companheiros. Otto Octavius morreu como um herói. As repercussões das atividades de Octavius na vida de Parker foram muitas: principalmente, a conquista do título de doutor para Peter, a fundação das Indústrias Parker e o relacionamento com a cientista Anna-Maria Marconi.

Conspiração dos Clones

Otto Octavius morreu como herói, ou não? Precavido, o Aranha Superior criou um backup de seus padrões cerebrais, armazenando-as numa manopla de seu uniforme (os detalhes são mostrados em Homem-Aranha Superior #19, #32-33 e na saga Aranhaverso (2015), tudo isso escrito por Dan Slott). Interessantemente, quando Octopus foi morto por Kaine durante a Saga do Clone nos anos 90, foi a mesma tecnologia de backup de padrões cerebrais que permitiu a ressurreição do vilão. A mente digital do Doutor Octopus foi descarregada com sucesso no disco rígido do Cérebro Vivo, robô que atuava como servente de Anna-Maria nas Indústrias Parker. Durante muitas edições da revista do Aranha, o Doutor Octopus se escondeu no Cérebro Vivo, preparando-se para tomar um novo corpo para si.

Dead No More: The Clone Conspiracy #2
Capa de Dead No More: The Clone Conspiracy #2. Foto: Divlugação

Após descobrir sobre seu sacrifício como Aranha Superior para salvar a cidade do Duende Verde, Otto abandona o corpo do Cérebro Vivo e se empenha para possuir uma versão clonada de seu corpo original, uma vez que ele decidiu que compartilhar sua vida com Parker era um problema. Em sua jornada, contido na manopla do uniforme do Aranha Superior, o caminho de Octopus se cruzou com o do Chacal, que estava ressuscitando vários vilões e amigos do Homem-Aranha escondido pela fachada de uma empresa New U na saga Dead No More: The Clone Conspiracy. O Chacal clona o corpo de Octavius, que consegue descarregar suas memórias recentes no corpo novo.

Os clones, no entanto, sofriam degeneração celular, sendo dependentes de um medicamento fornecido apenas pelo próprio Chacal. Aliando-se assim ao Chacal, Octavius passa a trabalhar em um “protoclone” que não sucumbiria ao efeito da degeneração, mesclando o DNA de Peter Parker ao DNA de Otto Octavius. Derrotados pelo Homem-Aranha no final da saga, Octopus e Chacal (revelado também como um clone) lutavam contra a degeneração e se enfrentaram para tomar o controle do protoclone.

Octopus Superior

O Espetacular Homem-Aranha #29
Capa de O Espetacular Homem-Aranha #29. Foto: Divlugação

O vencedor foi Octavius e não o Chacal (O Espetacular Homem-Aranha #25 (2017), por Slott e Camuncoli). Tomando o controle do protoclone, ele estava agora mais forte do que nunca, contando com um organismo geneticamente melhorado que unia os atributos do Homem-Aranha e do Doutor Octopus. Octopus decide se esconder em uma base secreta sua para orquestrar seu novo plano: tomar as Indústrias Parker, um sucesso naquele momento. No entanto, sua base estava tomada pela Hidra. Aliando-se ao grupo nazista, Otto Octavius foi escalado como líder de campo dos Vingadores de Steve Rogers, o Hidra Suprema. Paralelamente, ele manteve seus planos de destituir Parker do posto de presidente das Indústrias Parker.
No arco do evento Império Secreto em O Espetacular Homem-Aranha #29-31 (2017), por Dan Slott e Stuart Immonen, o Octopus Superior força Parker a sabotar sua própria empresa para protegê-la do controle da Hidra. Parker consegue deter momentaneamente Octopus com um pulso eletromagnético, que desabilita seus braços mecânicos. No entanto, o vilão consegue fugir, deixando em aberto quais serão suas próximas intenções nas edições futuras.

De forma inquestionável, Dan Slott foi eficientemente capaz de alçar, nos últimos 10 anos e em quase 200 edições, o Doutor Octopus ao posto de vilão mais influente do Homem-Aranha da atualidade. Muito provavelmente em março ou abril a 800ª edição de O Espetacular Homem-Aranha será lançada. Na edição #600, fomos introduzidos à ideia de um Doutor Octopus vingativo e pró-ativo, enquanto, na edição #700, o vilão atingiu o ápice de sua carreira, roubando o corpo de Peter Parker. O que a edição #800 reserva para nós quanto a Otto Octavius?

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D