Anistia aos vilões e direito à cidadania: Entenda as novas leis mutantes nas HQs dos X-Men

Na última quarta-feira, a revista House of X de Jonathan Hickman e Pepe Larraz chegou ao fim em sua sexta edição. A história em quadrinhos é parte da iniciativa encabeçada por Hickman para redefinir o status quo dos mutantes no universo da Marvel. Entre as novidades estabelecidas, nesta revista, temos a introdução das novas leis mutantes de Krakoa. Fica aqui com a gente para entender o que elas significam para o Universo Marvel , para os X-Men e para todo o restante dos mutantes no mundo.

Este artigo contém spoilers de House of X #6, uma revista ainda não lançada no Brasil.

Exigências

“Nós somos o futuro. Uma inevitabilidade evolutiva. Os verdadeiros herdeiros da Terra.”

Na primeira edição de House of X descobrimos que a ilha mutante de Krakoa era capaz de produzir flores únicas. Essas flores poderiam ser usadas como matéria prima na produção de remédios nunca vistos, incluindo o mais poderoso dos antibióticos, um remédio que curaria doenças da mente e um terceiro que poderia estender a vida humana em até cinco anos.

Só que tudo a um custo. O fundador dos X-Men, Professor Xavier, concordou em vender essas drogas para o restante da população não-mutante com algumas condições. Desacreditado com seu sonho inicial de coexistência pacífica, Xavier decidiu que não entregaria de mãos beijadas as drogas, mas poderia fazer acordos comerciais com os humanos comuns se Krakoa fosse reconhecida como um estado-nação. E, diferente de Utopia (que no passado abrigou mutantes como uma pequena ilha-nação), essa nação teria a soberania reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Com isso, todos os mutantes nascidos no mundo receberiam automaticamente a cidadania krakoana. E ainda, todos os mutantes considerados criminosos pelas leis humanas deveriam receber anistia, ou seja, perdão por seus atos. Isso porque, a partir de agora, os mutantes só poderiam ser julgados pelas leis mutantes de Krakoa, não mais pelas dos homens.

As leis do conselho silencioso

Anistia a vilões e direito a cidadania: Entenda as novas leis mutantes nas HQs dos X-Men
O Conselho Silencioso de Krakoa, composto por: Noturno, Jean Grey, Tempestade, Emma Frost, Sebastian Shaw, Sr. Sinistro, Exodus, Mística, Xavier, Magneto e Apocalipse.

E quais seriam estas leis mutantes pelas quais os cidadãos de Krakoa agora deveriam seguir? Na revista, o recém-apontado Conselho Silencioso de Krakoa, composto por doze mutantes, definiu quais seriam as três principais regras que se estabeleceriam como o pilar da sociedade krakoana.

1 – Não matarás os homens

A primeira lei, sugerida por Jean Grey, define que mutante algum poderá matar indivíduos não-mutantes. Por mais que sejam agora definidos como “os verdadeiros herdeiros da Terra; a evolução inevitável”, os mutantes deverão respeitar as vidas humanas.

Por essa lei, o Dentes-de-Sabre foi condenado a uma prisão perpétua no interior da ilha; completamente imóvel, mas vivo.

2 – Respeitarás a terra sagrada

O vilão Exodus foi quem propôs a segunda lei. Segundo ela, Krakoa é o que os mutantes tem de mais sagrado, então deve ser tratada como uma terra sagrada, a ser respeitada sobre todas as coisas.

3 – Produzirás mais mutantes

A última das leis principais de Krakoa foi sugerida pelo Noturno. Seguindo o princípio bíblico mosaico, “frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a”. Dessa forma, a última regra de Krakoa seria que os mutantes se reproduzissem, enchendo a Terra de mais mutantes. Isso inclui tanto os mutantes nascidos quanto os renascidos.

Punição

Só que como punir mutantes que desrespeitarem essas regras? Xavier define que não existiriam prisões em Krakoa, nem poderiam exilar os criminosos para fora da ilha. Por fim, também é fácil entender porque não condenar um malfeitor à morte, já que os mutantes podem ser facilmente ressuscitados.

Na revista, as novas leis se definiram durante o julgamento do mutante Victor Creed, o Dentes-de-Sabre. Isso porque Creed fora preso pelo Quarteto Fantástico ainda na primeira edição do gibi, após promover uma chacina em uma missão à mando de Magneto – após ter sido instruído a não matar ninguém.

Anistia a vilões e direito a cidadania: Entenda as novas leis mutantes nas HQs dos X-Men

Como punição, o vilão foi condenado a uma vida dentro de Krakoa, sendo engolido pela própria ilha. Lá, permaneceria vivo indefinidamente, mas completamente imóvel. Duro, não?


E então, caro leitor? O que achou das novas Leis de Krakoa? JustasDeixa aí sua opinião nos nossos comentários! Não esqueça também de curtir a nossa página no Facebook e seguir nossas demais redes sociais!

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D