A bombástica revelação sobre os mutantes que pode impactar o Universo Marvel inteiro

Nos últimos meses a Marvel tem publicado as revistas House of X e Power of X, duas minisséries de seis edições cada que dão o ponta-pé inicial para o run do escritor Jonathan Hickman na franquia mutante.

As duas minisséries são complementares e introduzem uma série de novas situações ao cânone dos X-Men. Mas antes de prosseguir, destacamos que esse texto contém spoilers de todas as seis edições de House of X e de Powers of X, inclusive a última edição publicada hoje nos Estados Unidos.

Pois bem, você está decidido a ler os spoilers, então vamos lá.

A primeira grande revelação que Jonathan Hickman apresentou ocorreu em House of X #2, quando descobrimos que geneticista Moira McTaggert é uma mutante capaz de viver diversas vidas. Para entender exatamente como os poderes dela funcionam, leia esse texto onde explicamos tudo direitinho.

Moira já viveu nove vidas, estando atualmente na sua décima. Ela já vivenciou muitas coisas, experimentou caminhos diversos. Mas em todas as suas vidas os mutantes parecem fadados a fracassar.

Então nessa sua décima vida ela resolve compartilhar com Charles Xavier e Magneto todo o conhecimento adquirido até então. Dessa forma um novo destino começa a ser traçado para os mutantes.

Como Magneto mesmo define, “os mutantes são os deuses dos humanos agora“. Inclusive a raça mutante se organiza de tal maneira que descobre uma forma de se imortalizar, desenvolvendo clones que servem de hospedeiros para a psique de mutantes mortos.

Ou seja, a partir de agora nenhum mutante mais vai morrer. E inclusive quem já morreu, pode voltar à vida. Confuso? Nesse texto a gente explica detalhadamente como esse processo funciona.

O processo de clonagem perfeito que permite praticamente a imortalidade aos mutantes.

Um dos principais impactos nessa nova postura dos mutantes é a criação da nação Krakoa, um país mutante. Mas não se trata de algo amador como foi com a ilha de Utopia no passado, estamos falando de um estado reconhecido pela ONU.

Vem daí também o plot do Brasil ser uma nação inimiga de Krakoa, por não aceitar fazer acordos comerciais.

Os diversos biomas da nação Krakoa.

Krakoa possui ao todo 12 líderes: Xavier, Magneto, Apocalipse, Sebastian Shaw, Tempestade, Noturno, Sr. Sinistro, Exodus, Emma Frost, Jean Grey e Mística. O último integrante do conselho do país não está oficializado, mas acredita-se que seja Kitty Pryde.

Muitos sentiram a ausência de Ciclope, mas ele é um dos quatro Generais de Guerra de Krakoa, ao lado de Bishop, Gorgon e Magia. Scott Summers também é o líder dos X-Men.

Um dos grandes questionamentos dos leitores é sobre a presença de vilões não apenas em Krakoa, mas em posições de liderança do país. Mas calma lá, isso faz parte da legislação da recém criada nação Krakoa.

O Conselho Silencioso, que comanda o país, estabeleceu algumas Leis e dentre elas está a anistia a todos os mutantes. Porém, vale destacar, todo aquele que a partir de agora desrespeitar uma das Leis de Krakoa, será devidamente punido.

Caso você queira conhecer em detalhes todas as Leis já estabelecidas em Krakoa e inclusive descobrir qual foi a punição sofrida por Dentes-de-Sabre ao violar a Lei N° 1, leia esse texto onde explicamos tudo isso.

O Conselho Silencioso comanda Krakoa.

Enfim, a BOMBÁSTICA revelação!

Pois bem, é com este cenário montado que surge a bombástica revelação de Powers of X #6, publicada hoje nos Estados Unidos.

Nela nós vivenciamos acontecimentos que ocorreram na sexta vida de Moira, a vida que até então era um segredo para os leitores.

Nesse mundo, alguns séculos no futuro, é revelado que a humanidade evoluiu. O “homo sapiens” agora é “homo novissima“, seres de pele azul que se integraram com as máquinas, criando assim a “pós-humanidade“.

Sim, você leu certo. A humanidade evoluiu e não foi para “homo superior, que são os mutantes. Na verdade, na eterna batalha pela sobrevivência, Moira descobre que os mutantes são derrotados em todas as suas vidas. E ao contrário do que se imaginava, o grande inimigo dos mutantes não são as máquinas, mas sim os humanos. A humanidade apenas usa as máquinas para agilizar o trabalho. Para ganhar tempo até que conseguissem evoluir por conta própria.

E é essa a bombástica revelação. Krakoa e todos os conceitos que os mutantes atualmente vivenciam enquanto sociedade foram estabelecidos sobre uma mentira.

Os mutantes são a evolução natural da humanidade, mas os sapiens conseguiram contornar isso. Com todos os avanços tecnológicos, o homem pôde desenvolver sua própria evolução genética junto das máquinas, criando um novo passo evolutivo com o “homo novissima“. E esses, sim, são os verdadeiros herdeiros da Terra; os pós-humanos. E eles é quem sobrepujaram os mutantes.

Que reviravolta, não? Os leitores que acharam que com Krakoa estabelecida e com a união de fato de todos os mutantes a espécie estaria em segurança, se enganaram.

Porém, vale destacar, tudo o que está acontecendo atualmente, desde a criação de Krakoa, união de heróis e vilões e até os processos de clonagem, visam impedir que o trágico destino dos mutantes se concretize nessa décima vida da Moira.

Dessa maneira, fica o questionamento: Krakoa é de fato um paraíso para os mutantes ou na verdade está sendo construído um gigantesco exército de mutantes (inclusive com os mutantes que já haviam morrido)?

Com um confronto entre mutantes e humanos sendo inevitável no futuro, como se posicionarão os heróis nesse cenário? Os Vingadores é bastante previsível que estarão com a humanidade, mas e o Quarteto Fantástico cujo filho do Sr. Fantástico com a Mulher-Invisível não é apenas um jovem mutante, mas possivelmente o mais poderoso mutante da Terra?

O futuro dos X-Men será definitivamente diferente de tudo o que já vimos até então. Jonathan Hickman fez um trabalho incrível em House of X e Powers of X, estabelecendo pilares que a partir de agora serão abordados em diversas HQs.

Entre outubro e novembro a Marvel estará publicando revistas como X-Men #1, Excalibur #1, Carrascos #1, X-Force #1 e Novos Mutantes #1. Para conferir as equipes criativas e plots de todas essas HQ, confira esse texto.

Não poderia finalizar esse post sem mencionar os talentos incríveis que deram vida a essas 12 edições publicadas até aqui: Pepe Larraz (House of X) e o brasileiro RB Silva (Powers of X). Se nos diálogos o Hickman mandou muito bem, foi essa dupla que deu vida e alma para a Nação Krakoa e as 10 vidas da Moira.

Mas e você, caro leitor, o que achou de tudo o que aconteceu até agora nos X-Men de Jonathan Hickman? Ansioso para ver o que está vindo por aí? Deixe a sua opinião nos comentários.

Please follow and like us:
error

Espera aí meu jovem, já vai embora? Esperamos que você tenha gostado do conteúdo do site. Mas não esquece de nos seguir nas redes sociais abaixo para curtir mais material sobre a Marvel :D